segunda-feira, setembro 10, 2012


A escolha da escola!

É bastante difícil escolher uma boa escola para os filhos. São tantas questões, tantas coisas que considero importantes, que minha pesquisa foi enorme.
Lembrei do post da Camila explicando como escolheu a escola dos filhos, e achei bacana escrever sobre isso tb, para que um dia meus filhos saibam tudo que levamos em consideração para escolher a escola deles.

Em primeiro lugar, decidimos voltar pra São Paulo porque não aguentamos mais enfrentar horas e horas de trânsito pra ir a qualquer lugar. E ao invés de escolher o bairro para depois escolher a escola, fizemos o caminho oposto. Escolhemos primeiro a escola para depois definirmos onde morar.

Começamos pedindo indicação para muitos amigos sobre escola que gostam e qual a razão. Olhei tooooodas as que me indicaram, olhei os sites, fucei, li método de ensino, proposta pedagógica, ranking do Enem....fucei mesmo!

Quanto mais eu lia site de cada uma das escolas, mais me questionava sobre o que seria importante de verdade para mim, na escola e cheguei à conclusão de que muito além do conteúdo, me preocupa o perfil dos alunos e dos pais. 

Não queria nada elitista demais. Não sou e não gosto. Gostaria que os alunos fossem da mesma classe social, com condições financeiras similares. Claro, que alguns tem mais e outros menos e isso faz parte da diversidade que eu espero encontrar, mas não queria nada muito fora dos nossos padrões.

Hoje vivemos uma época de consumismo desenfreado e não queria um perfil consumista, muito riquinho, sabe?

No mais, estudei a vida toda em colégio tradicional e tenho pavor do esquema professor-fala, aluno-ouve. Queria uma escola onde o aluno fosse participativo e exercitasse o pensamento, questionando, debatendo, aguçando a curiosidade. Não acho certo estudar pra prova, sem entender o que esta sendo passado e sem enxergar nenhuma real utilidade disso na vida prática.

Hoje a informação já está super à disposição, não preciso de uma escola que informe, mas de uma escola que ensine a questionar, a trabalhar em grupo, a respeitar a opinião do outro, a entender porque é que tudo aquilo existe. Procurava um lugar onde as disciplinas interagissem, inseridas em um contexto real.

É claro que eu me preocupo sim com conteúdo, quero que eles aprendam tudo direitinho e estejam preparados para os desafios que vão surgir, dentre eles, o vestibular, mas a questão humana me preocupa mais...os valores, o tipo de pessoa que irão conviver, a formação intelectual (enquanto ser pensante) são mais importantes pra mim do que todo o resto.

Acho importante que a criança aprenda a ter responsabilidade, com avaliações e tudo mais, mas não gostaria que isso fosse a preocupação fundamental do aluno. Obter boas notas é resultado de um trabalho, de participação em aula, de interesse e não apenas resultado de uma prova, que avalia o aluno em um único dia! Tenho péssima impressão de escolas (como a que eu estudei a vida toda) que posicionam alunos em salas de aula de acordo com a nota, onde o "ranking" dos alunos é mais importante que o aluno em si. 

A escola que escolhemos tem uma boa nota no Enem, não ótima maravilhosa, mas boa o suficiente pra mim. Tem uma grade de disciplinas bastante abrangente e é super preocupada com a questão humana, que eu tanto valorizo. Não considero como uma escola alternativa, mas é sim uma escola mais liberal, mais humana, super dentro do que estavamos procurando. A escola abrange todo o conteúdo que um dia será exigido no vestibular, mas se preocupa em mostrar na prática a utilidade daquilo tudo.

A escolha é só para o próximo ano, ainda não estou inserida no dia-a-dia da escola e pode ser que a minha opinião venha a mudar sobre algumas questões, mas gostei muito de como fui recebida, do tipo de questionamento que fizeram sobre a personalidade dos meus filhos, sobre a criação deles, sobre a rotina, hábitos, perferências..... A entrevista é tão detalhada, tão pessoal, que me deixou boquiaberta. Me senti acolhida, senti uma preocupação real com o aluno e não apenas mais uma mensalidade a receber.

Fiz muitas perguntas, questionei método de ensino, método de avaliação, qualidade da alimentação, perguntei como lidam com a questão do consumo, a questão do preconceito, como comemoram datas comerciais, como incentivam o aluno tímido a participar, como mostram que a opinião do outro deve ser respeitada....milhões de questionamentos. E recebi resposta para todas as minhas dúvidas. Minhas questões não só foram bem recebidas, como foram respondidas de forma satisfatória, o que me leva a crer que tudo aquilo era importante também para a escola.

Saí de lá com a sensação de que só havia esquecido de perguntar como era a questão da disciplina. A escola que eu estudei a vida toda era muito preocupada com disciplina, com alunos quietos e comportados, que só podiam falar quando tinham autorização para tanto. Não gosto disso. Acho que disciplina é consequência natural do respeito. A criança que sabe respeitar o outro, a vez do outro, a opinião do outro, a fala do outro...aprende naturalmente quando deve ou não deve falar. Não questionei isso, mas acredito, por tudo que conversamos, que estamos em sintonia quanto a isso tb.

Eu enxergo a escola como uma educação complementar a que damos em casa. Não acho que a escola tem o DEVER de passar valores que não são dados em casa ou de suprir uma carência que a criança tem da educação que recebe dos pais. Acho que a escola deve complementar e por isso é importante que tenham os mesmos valores que consideramos importantes na nossa família.

Não acho que exista a escola ideal ou escola perfeita, mas acho que existe a escola que melhor se encaixa ao perfil de cada família, escola que melhor atende aos ideais, valores e preocupações dos pais. Acho que encontramos! Quando eles começarem lá eu conto novamente se o que nos foi apresentado é real e se a escola realmente atende as nossas expectativas.

Outras mamães, o que vcs acham disso tudo? O que vcs levaram em consideração na hora de escolher a escola. Fiquei pensando tanto nisso, que estou curiosa para conhecer outros pontos de vista!



16

quinta-feira, setembro 06, 2012


Cantoria

Blogueira mequetrefe quando volta, coloca vídeo...hehehehe


2