quinta-feira, maio 17, 2012


Disney com os pequenos

Demorei, mas finalmente consegui sentar pra contar um pouquinho da nossa viagem pra Disney. A pergunta que eu mais ouço quando digo que fui pra Disney com os dois é se eu não acho que eles são muito novos e aproveitariam muito mais indo mais velhos.
E a minha resposta é NÃO, não acho que eles são muito novos. Todos os parques da Disney estão muito preparados e tem muitas atrações para crianças na idade deles.
Se forem mais velhos aproveitarão outro tipo de atrações, mas aproveitarão tanto quanto os meus pequenos aproveitaram as atrações apropriadas para a idade deles.
Além do mais, nessa idade eles acreditam na "magia". O André tem certeza absoluta que encontrou com o Homem-Aranha de verdade e isso foi muito especial pra ele e ele não teria essa sensação se fosse mais velho.

Mas vamos lá, vou fazer primeiro um apanhado geral e depois dou mais detalhes em outros posts.

Nós fizemos uma viagem de 15 dias, imaginando que em alguns dias ficariamos na piscina do hotel descansando, mas que nada...fomos a parques todos os dias, repetimos alguns que eles aproveitaram mais e foi uma delícia. Cansativo, especialmente para os papais, que andam o dia inteirinho, mas uma delícia.

No terceiro dia de viagem o André perguntou se poderíamos morar lá pra sempre, para ir aos parques todos os dias. E atualmente ela fala que quer ir a uma "school" lá na Disney, só falar inglês e ir aos parques todos os dias, claro!

Nós levamos o carrinho da Nana, que já era pequenininho e super leve e compramos um para o André, lá mesmo, no Wallmart por 15 dólares. Usamos muito e todos os dias...as crianças cansam de andar e o carrinho é a salvação, mas o carrinho de 15 dólares tem prazo de validade...nos últimos dias, depois de ser usado em média 10 horas por dia, ele mal andava...as rodinhas empenaram! rsrs!

A alimentação é a única coisa realmente ruim de toda a viagem. No parque, salvo raríssimas exceções, as opções para crianças são: nuggets, mac&cheese e pizza. Super saudável, né? Eu relaxei totalmente nessa questão, assumi que eles estavam de férias e comeriam essas porcarias durante esse período e pronto, mas tentamos minimizar a coisa levando algumas opções saudáveis por nossa conta. Levavamos sanduichinhos feitos em casa, frutinhas cortadinhas, biscoitos integrais e bastante suco...era o melhor que dava pra ser feito! Liberamos as porcarias pra eles nas férias e de volta à SP voltamos a nossa alimentação saudável de casa. Sem traumas...rsrs!

Uma dica bacana é o site Easy Disney, que aponta quais os melhores dias para irmos nos parques. Ele analisa quantas paradas vai ter no dia, o horário de abertura e fechamento dos parques e uma série de outros fatores e baseado neles aponta quais parques estarão mais cheios em quais dias. Nós olhavamos toda noite e escolhiamos o mais vazio para o dia seguinte, mas só vale para os 4 parques da Disney.

Não falhou...nós pegamos todos os parques bem tranquilos. Pudemos aproveitar todos os brinquedos sem filas enornes, com exceção de alguns poucos que não ficam vazios NUNCA!

A lição de casa de todas noites era olhar qual o melhor parque para o dia seguinte, olhar o mapa do parque escolhido, olhar o blog da  Roberta pra ver quais brinquedos ela tinha indicado naquele parque e já nos programarmos pra ver onde iriamos primeiro, qual fast pass teríamos que pegar. E assim foi tudo bem tranquilo, não deixamos de ir a nenhuma atração. (Ro, acho que o seu blog nunca foi tão acessado na vida quanto nessas duas semanas...suas dicas nos ajudaram muuuuuito!!!!)

Para os papais que, como eu e marido, adoram os brinquedos de adulto (brinquedo de adulto = montanhas russas e simuladores) e tb querem aproveitar eu tenho umas diquinhas:

O tão amado Fast Pass - pegavamos o fast pass do brinquedo mais concorrido do parque logo na entrada e aproveitavamos o horário da soneca da Nana para nos revezarmos nos brinquedos que  eu e marido gostariamos de ir. O que ficava com as crianças aproveitava para sentar, tomar um suco e descansar um pouco com o André, que não dorme mais a tarde.

Single Rider - as filas do single rider são ridículas e quase inexistentes, eles encaixam as pessoas nas cadeirinhas que sobram e então era bem rápido. O marido ia no brinquedo, entrava direto quase sem fila e voltava pra ficar com o André e a Nana enquanto eu faria o mesmo.

Alguns brinquedos tem um fast pass especialmente para a situação de pais com crianças, chamado Fast Pass - Rider Switch e funciona assim: um adulto entra no brinquedo normalmente e pega a fila regular (sem fast pass) e vai no brinquedo (acho meio infantil falar "brinquedo", mas tudo bem...rs!) enquanto o outro adulto ganha esse fast pass especial e espera do lado de fora com as crianças. Quando o primeiro adulto volta do brinquedo, o segundo não precisa pegar a fila novamente, entra na fila de fast pass, que é super rápida,

Outros brinquedos ainda tem o Child Swap, como é o caso do simulador dentro do castelo do Harry Potter. A família toda entra na fila - o que foi super legal porque a fila é dentro do castelo e eles amaram ver os quadros que se mexiam - e quando chega na nossa vez, um dos adultos entra no brinquedo e o outro adulto com as crianças vai para uma salinha especial, com TV passando desenho animado e espera. O primeiro volta, fica na salinha com os pequenos e o segundo entra na frente da fila e vai ao brinquedo direto.

Todas essas opções são rápidas e as crianças nem sentem que estão perdendo alguma coisa...vale a pena os adultos aproveitarem também, já que tem tanta coisa bacana. Eu AMO montanha russa, não conseguiria não ir em todas....rsrsrs!

Tá ficando comprido demais, então depois falo o que eu achei dos parques, passeios, atrações e muitas das gracinhas das crianças por lá, que quero deixar registrado pra que eles leiam um dia!!!





3

3 comentários:

Unknown disse...

Rê,
Lá vai minha primeira pergunta!!
Vcs alugaram carro, né?!
Como fizeram com as cadeirinhas?! Alugaram ou compraram?!
Tenho mil perguntas, viu?! Rsrsrs!
Bjo

Marina disse...

Delíciaaaaa!
Agora com o segundinho na barriga os planos de levar a Bia ano que vem foram suspensos! rs
Quem sabe qd o menorzinho tiver com uns 2, 3 aninhos!
Adorei o post e as dicas!
Carrinho, realmente, é a salvação dessas viagens! Em NY com a Bia se não fosse o carrinho eu nem sei o que teria sido de mim! rs

beijocas

Juliana Mattoso Del Vigna disse...

Reeeeeeeeeee...depois desse post vc me animou mais ainda!!!! kkkkk
Vou querer toooooodas as dicas!
Estamos nos preparando pra ir em 2014! E se o segundinho chegar nesse período, decidimos na hora se ele vai ou fica com a minha mãe!
Essas facilidades com as crinacas são demais!

Ah....quem sabe um dia vamos juntos, eu tb AMO montanha russa, e o marido detesta, daí deixamos ele com os 3, ou 4 pitocos e vamos HAHHHA(brincadeirinha!)

To ansiosa pra ver fotos e saber das peripécias da família!

bjooooo