segunda-feira, setembro 26, 2011


Lollis na Daslu

Queridas,

Estou suuuuper ausente, sem visitar vocês todas e sem conseguir postar nada. Só que a causa é nobre - a Lollis vai participar de uma feira de festas infantis na Daslu e estamos trabalhando enlouquecidamente pra montar uma mesa linda!

Queria muito convidar todas vocês, amigas queridas, para irem visitar a gente. Eu aproveitaria pra conhecer aquelas que não tive a oportunidade de conhecer pessoalmente e daria um abraço de urso, de quebrar costela, nas lindas que eu já conheço e que são amigas queridas.

A feira acontece nessa sexta, sábado e domingo, no terraço Villa Daslu, de 11h às 20h. Podem ir qualquer horário porque eu vou ficar lá todos os dias, o dia inteirinho. Se eu por acaso não estiver no estande na horinha que vc chegar, me espere que eu devo ter dado uma corridinha rápida pra comer um lanchinho ou fazer um pipizinho básico....hehehehe

Dividiremos o nosso estande com a amiga querida Dani Leme, fotógrafa feríssima que eu já indiquei aqui e com a Elena Stein, que faz bolos artísticos lindíssimos e deliciosos.

Levem os pequenos, tem bastante atividade pra eles. Oficinas, brinquedos, showzinhos e até um espaço teen, pros pequenos maiores. rs!

No nosso estande faremos diariamente oficina de cup cakes e oficina de aquarela (que é o tema da nossa mesa.....mas ssssshhhh, era segredo!!!!), às 15h30 e 16h30, respectivamente.

Vou AMAR receber a visitinha de vocês!!! Diz que vai, pleeeeeeeeeeeease!!!! hhehe









0

terça-feira, setembro 13, 2011


GUDE

Eu sou grudenta, assumo.

Gosto de pegar, beijar, abraçar, fazer cafuné, sentar bem pertinho, dar as mãos, dormir juntinho....essas coisas de pessoas grudentas mesmo. rsrs!
Maridão não é grudento, mas nunca reclamou. Diz ele (e eu acredito, claro! rs!) que adora o meu grude. Ele inclusive me chama de "micuim", que é um carrapato de pequeno porte, não é meigo?? rsrsrs!

Só que, além da mamãe aqui, temos um mini-micuim em casa também: o André. Ele é uma coisa de grudinho...adora colo, carinho, cafuné, abraço, beijo, aperto, amasso e sempre, sempre dorme mexendo no meu cabelo. Ele ADORA mesmo, é uma fofura.

E ele se enrosca mesmo....deita cabecinha na madrinha pra ver filme, agarra a vó enquanto está brincando, quer sempre tomar o leite no colo do pai e comigo a história é intensa...("se acha essa mãe")

Algumas vezes, quando eu peço pra ele fazer alguma coisa, ele responde: "Só se vc me der um beijo". Eu aguento?? Então sou obrigada a pegar e esmagar de tanto beijo.

Agora ele inventou a moda que ele precisa me abraçar bem forte e ficar bem GUDADO enquanto eu seco o cabelo dele, após o banho. Em um desses momentos de GUDE pós banho, eu disse pra ele que adorava ganhar abraço, mas nunca mencionei a palavra "grude" e ele então me respondeu:

"Mãe, eu adoro GUDE! Gosto de ficar abraçado bem GUDADO em você. Vamos descer e assistir um filminho GUDADOS??"

Quase derreti de tanto amor!!! Vou falar, realmente não sei o que fiz pra merecer esse GUDE todo, mas eu me aproveito demais dessa fase...É, porque uma hora ele vai enjoar, uma hora esse grude vai se transferir e eu vou ter que lidar com o fato de ele assistir filminho GUDADO em umazinha qualquer (rsrsrs!), mas por enquanto esse GUDE é meu e eu aproveito mesmo.

E o papai, que já tinha que "aturar" um micuim, agora tem que aturar dois!! :-))

Naninha gosta de carinho, colo, beijinho e abraço, mas ainda não podemos classificá-la com uma verdadeira micuim, já que essa categoria exije um gosto intenso pelo GUDE que ela ainda não demonstrou, mas eu estou doutrinando bastante, com muito beijo, aperto e amasso para que ela se junte a nós!!! :-))

(foto de um verdadeiro GUDE na festinha de dia das mães da escola)

27

segunda-feira, setembro 12, 2011


Mamatraca

A maioria dessa blogosfera linda já está sabendo que as queridas amigas Anne, Priscilla, Camila, Roberta e Carol criaram o delicioso site MAMATRACA. Achei a idéia incrível e uma delícia assistir aos vídeos das mamães tão queridas.

Eu, particularmente, DETESTO a minha voz chatinha. Quando eu era mais nova e deixava um recado no celular de alguém, sempre ouvia a gravação novamente antes de deixar o recado pra ver se a minha voz estava minimamente decente ou se precisaria regravar....rsrsrs

Só que amiga é assim, né?? Elas convidam e a gente aceita com o maior prazer....então eu to lá na "Colcha de Retalhos" contando qual o maior mico que eu já passei desde que me tornei mãe (e sim, claro....regravei umas duas ou três vezes até concluir que a minha voz é aquela mesmo e a única solução seria pedir pra alguém dublar...mas sei lá, acho que não ficaria muito bom, né??....rsrsrsrs).

Corre lá pra ver...o site está uma delícia!
7

quinta-feira, setembro 08, 2011


Revolta parte 2 - a conversa final

Então que no mesmo dia quando fui buscar o André, passei primeiro para conversar novamente com a diretora. Novamente muito atenciosa, ela me disse que verificou pessoalmente e, naquele dia, não houve qualquer direcionamento nesse sentido.
Conversou com todas as professoras e assistentes que ficam com ele e nenhuma delas disse ter falado qualquer coisa nesse sentido.
Orientou que deveriam reforçar que cada um usasse a mão que fosse mais fácil, que cada pessoa usa uma mão, que todas as mãos são certas, esse tipo de coisa. Pediu especial atenção ao André, observando atentamente se ele troca de mão e sempre ressaltando que ele pode usar qualquer uma.
Eu nunca vou saber se alguma das professoras ou assistentes mentiu ao dizer que nunca o direcionou, mas pelo menos sei que todas foram orientadas e que, certamente, não vai se repetir. Eu gosto muito da professora principal dele, acho muito competente, muito atenciosa e muito atenta à todas as crianças, então, sinceramente acho que ela não teve nada a ver com a história e que ela nunca o direcionaria nesse sentido. E agora que foi avisada sobre o problema, vai prestar mais atenção às assistente durante todas as atividades.
Eu fiquei muito satisfeita com o atendimento que tive na escola. Fui, como sempre, muito bem recebida pela diretora, que me ouviu atentamente e prontamente tomou providências no sentido de reparar o erro. A professora dele também veio conversar comigo e me tranquilizou bastante com sua disponibilidade em resolver a questão.
Ontem, o André estava pintando um livrinho de colorir que ganhou e nenhuma vez parou pra pensar em qual mão deveria usar. Trocava as cores normalmente, sempre segurando o giz de cera com a mão esquerda. Eu fiquei só observando e nem falei nada para que isso não vire um problema pra ele....pra ele deve ser uma coisa natural, como sempre foi.

Sinceramente fiquei bem mais tranquila com a atenção que recebi da escola. Fiquei certa de que todas as crianças receberão orientação adequada nesse sentido, e ainda, que fique o alerta para todo o treinamento da equipe, independente da idade da criança.

Obrigada por todo o carinho, meninas. Já estou bem mais tranquila.

16

segunda-feira, setembro 05, 2011


Revolta

To revoltada, triste e chateada com uma coisa que aconteceu.
O André é canhoto. Sim, é cedo e ainda não está 100% definido, mas ele faz tudo com a mão esquerda. Ele come com a esquerda, desenha, pinta, segura espada, passa sabonete pelo corpo, enfim...usa a mão esquerda com muito mais destreza.
Algumas vezes começava a comer ou a pintar com a mão direita, mas quando percebia que estava difícil, acabava trocando sozinho para a esquerda.
Eu nunca disse nada, nunca disse que deveria fazer as coisas com uma mão ou outra. Sempre deixei que ele escolhesse e fizesse com a mão que ele quisesse.
No meio da semana passada, ele estava pintando um desenho e não estava conseguindo colorir exatamente onde queria. Ele estava usando a mão direita e eu disse: "se está difícil com essa mão, por que vc não tenta com a outra?"
Então ele me respondeu: "Porque essa é a mão certa, a mão direita".
Tentei não dar muita ênfase ao assunto, mas já fiquei revoltada. Disse que não havia mão certa e errada, que ele sempre poderia tentar as duas e ver com qual mão ficaria mais fácil.

É grave, gente! Em primeiro lugar, até então ele nem sabia direita e esquerda, mas agora ele não só "aprendeu" qual é a mão direita, como ainda "aprendeu" que é essa a mão certa!

Ele só faz atividades de desenho e pintura em casa e na escola e como sou eu que fico o tempo todo com ele, tenho certeza que essa idéia não foi passada em casa.
Ontem estavamos fazendo pintura com aquelas canetinhas de pintar em tecido e ele usando somente a mão direita e com a mão esquerda embaixo da mesa. Toda hora ele me chamava pra ajudar porque não estava conseguindo fazer a letra dele (A) sozinho. Sugeri novamente que ele tentasse com a outra mão e ele conseguiu fazer a letra na primeira tentativa, o que comprova que ele realmente tem mais facilidade com a esquerda.
Antes de tentar ele disse novamente que estava usando a mão "certa" e então eu aproveitei para perguntar quem foi que disse isso e ele disse que "todo mundo" fala isso na escola.
Meu marido também notou que quando ele começa a fazer alguma coisa com a mão direita, ele sempre "esconde" a mão esquerda, colocando pra baixo (ai, que ódio....só de escrever isso já vai me dando mais raiva!)

Fui lá eu hoje, toda revoltada, conversar com a diretora e psicóloga. Falei que estava muito chateada, que era um absurdo alguém tentar direcionar qual mão ele deveria usar, que isso pode ser muito prejudicial, que estamos em 2011 e bla bla bla. Falei muito, disparei a falar até cansar porque estou realmente MUITO chateada com isso tudo.
Fiquei contente porque fui super bem atendida e super compreendida. Ela concordou comigo que era gravíssimo, disse estar muito chateada por ter acontecido isso na escola e me prometeu descobrir quem fez isso. Disse que vai orientar todas as pessoas que ficam com ele para enfatizar que cada criança deve escolher a mão mais fácil e que ela iria pessoalmente observar hoje todas as atividades do dia para ver como o estavam direcionando, antes de contar a qualquer professora sobre a nossa conversa.
Eu pedi que descobrisse quem efetivamente disse isso a ele, pois gostaria que essa pessoa conversasse novamente com ele se desculpando pelo absurdo e explicando pra ele que isso é bobagem.

To roendo todos os dedos de tãoooo nervosa...e já to contando os minutos pra ir buscá-lo hoje e ver o que vão me dizer...
29