quinta-feira, agosto 25, 2011


ARANHA!!!

Aqui em casa estamos vivendo uma febre dos super heróis. André acorda e vai dormir dizendo que é o Batman, o Super Homem ou o Homem Aranha!

Ele não tem as fantasias (ou melhor, tinha a do Homem Aranha, mas não serve mais), mas tem camisetas e todo-santo-dia é uma briga na hora de se vestir pra ir pra escola...ele pede, implora, suplica pra colocar sempre a camiseta de algum dos heróis e sempre promete que na hora de sair pra ir pra escola, ele vai tirar.

E tira mesmo, bonzinho. E então eu guardo a camiseta pra ele vestir quando voltar e ele sempre veste, assim que pisa em casa. É um sufoco colocá-las pra lavar, tenho que revezar para não ficarem as 3 lavando ao mesmo tempo.

O bom é que não importa se vamos ao parque, ao cinema, a um aniversário ou qualquer que seja o programa, a roupa é sempre a mesma - camiseta de herói. Se estiver calor só ela e se estiver frio, por cima de uma camiseta de manga comprida (que tem que ser absolutamente lisa para não estragar a camiseta do herói). Tantas camisetas lindas e ele só usa 3!! rsrs!

Um dia desses estavamos brincando no quintal e ele resolveu andar na bicicletinha (do Batman) que estava encostava num canto qualquer. Eu vi que havia uma uma aranha e falei pra ele sair de perto que eu (mega corajosa) iria tirá-la de lá.

Dei um pequeno safanão nela com uma revista e ela foi quase até o chão e subiu de novo bem rapidinho pela teia. Claro que a mamãe aqui já se arrepiou da cabeça aos pés e disse: "filho, tem teia....não vamos mais mexer nela e o papai tira ela daí quando chegar".

Ele diz, com um sorriso de orelha a orelha: "deixa que eu tiro, mãe...é SÓ uma aranha e se ela me picar eu vou MESMO virar o Homem-Aranha"

O que eu faço?

a) explico pra ele todos os perigos de uma picada de aranha, mencionando palavras como dor, veneno, soro, morte, entre outras.

b) ENFORCO a pessoa que assistiu com ele, na maior empolgação, aos três filmes do homem-aranha e ainda adora contar a história do Peter Parker com riqueza de detalhes (AKA marido).

c) digo que o homem aranha nem existe, que ele faz parte de uma história bem chata e besta inventada por algum velho insano que certamente não tem filhos (mesmo achando um absurdo falar mal do criador dos X-Men! rs!).
15

terça-feira, agosto 23, 2011


Minha Mãe que Disse!!!!

Hoje eu e a Lollis estamos no Minha Mãe que Disse!!!

Que honra!! Estou super feliz por estar lá no espaço tão lindo e delicioso das amigas queridas.
Super obrigada, lindas!

Corram lá pra ver e não deixe de dizer o que achou (foi um jeitinho fofo e sutil de dizer: COMENTEM, please!!! hehehehe)


3

segunda-feira, agosto 22, 2011


Final de semana cultural

O frio absuuuuuuurdo que fez esse final de semana limita um pouco as opções de lazer para os pequenos, então corremos passear.

Sábado fomos ao cinema assistir Smurfs. Almoçamos no shopping, o André iria assistir ao filme com o papai e eu voltaria pra casa com a Nana, mas como ela não tinha dormido (e como eu adooooooooro smurfs) decidimos levá-la ao cinema junto porque tinha certeza absoluta que ela iria dormir.
Veja bem, ela havia acordado 8h da manhã e a sessão de cinema era 14h30. Não dá pra não dormir, né?? Pois não dormiu!
Até que surpreendeu, pois agitada do jeito que é, achei que não ficaria parada nem 20 minutos, mas ficou 1 hora inteirinha! Adorava quando aparecia o gato Cruel e ficava gritando "Miau, Miau" - uma fofura! Uma hora de filme, deu siricutico na moça e tive que sair do cinema porque ela ficou impaciente e começou a chorar.
O André assistiu até o final e adorou! Segundo ele, só não gostou d0 "Gagamel, aquele homem mau".
Eu achei o filme bem apropriado para a idade dele, super levinho e super divertido!

No domingo fomos ao teatro no shopping Market Place. Era uma apresentação gratuita do grupo "Conspiração em Contos".
Adivinhem o que aconteceu?? NANA SUBIU NO PALCO.
Começou indo mais pra frente e eu fui deixando, afinal tinham várias crianças lá. Ela batia palminhas, cantava, dançava, olhava para a platéia pra ver se estava agradando, sorria pra todo mundo, mas ok, até aí tudo bem.
As outras crianças estavam sentadas no degrauzinho em frente ao palco e ela sentou junto, mas foi só eu piscar os olhos e ela subiu no palco e saiu correndo e rindo. Eu, toda vermelha, peguei a cacareca lá em cima e dei pro marido. Ela fez O ESCÂNDALO master e marido saiu com ela do teatro.
Eu fiquei lá dentro com o André, mas ele perdeu o interesse. A peça não o cativou, ele olhava um pouco, começava a brincar de homem-aranha, voltava a olhar e começava a brincar com o cordão do tênis. Enfim, não prendeu a atenção dele. Eu tentei animar, mostrava as coisas da peça super animada, batia palmas, cantava, mas ele acabou me dizendo que não estava gostando e quis ir embora.
Eu respeitei, afinal acho que ele ainda é pequeno e se não prende a atenção, não adianta mesmo insistir. Até porque ele já tinha visto outras peças e tinha gostado, então essa não agradou mesmo.
Eu achei um pouco paradinha mesmo pra idade dele, mas as crianças um pouco maiores estavam interagindo e gostando bastante.



(da esquerda pra direita, a Nana é a sexta, ao lado do André. Daí pro palco, foi um pulo....rs)
6

quinta-feira, agosto 18, 2011


Cuidado com os seus desejos!

Teve um dia, quando a Mariana ainda era um grãozinho de feijão dentro da minha barriga, que eu escrevi essa cartinha AQUI, onde desejei do fundo do meu coração que o feijão (que eu ainda nem sabia se era menino ou menina) e o Dedé fossem muito amigos.

Eu disse assim: E meu maior desejo é que você e seu irmão sejam muito amigos, que se entendam, se protejam, se defendam e até que se unam contra mim (rsrsrs!). Meu maior sonho é que vocês cresçam juntos e sejam companheiros pela vida toda.

E sabe aquela história que é pra ter cuidado com o que desejamos porque realmente pode acontecer??? Então....

Eles são amigos e se entendem. Brigam, é claro, mas se entendem.

Eles também se protegem. Fiquei sabendo pela professora do André que toda vez que ele encontra a Mariana na escola ele vai até ela, faz um carinho e pergunta se está tudo bem. Ela, por sua vez, quando o vê, grita "Dedéééééé" e corre para abraça-lo. (É de derreter o coração....ai, ai)

E, ontem, tive o primeiro exemplo de que eles já se unem contra mim. rsrsrs!

Como já disse aqui, a Mariana sobe EM TUDO (Veja só que CALMINHA ela - ela tinha 11 meses nessas fotos). Escala os móveis, sobe nos brinquedos, enfim, um furacão. Ela estava subindo na mesinha de plástico onde eles desenham e eu disse que não era pra subir.
Minutos depois eu ouço o André falar pra ela: "Nana, não sobe aí agora que a mamãe está olhando. Quando ela for pra cozinha, eu te aviso e você sobe"

Posso com isso???

E sabe o que é mais doido? Eu achei SIMPLESMENTE O MÁXIMOOOOO!!! :-))



19

quarta-feira, agosto 17, 2011


A mamãe e o cocô

Os intestinos do André e da Mariana funcionam super bem. Nunca tiveram problemas de prisão de ventre ou qualquer outra dificuldade.

O André faz cocô todos os dias pela manhã (e algumas vez faz novamente à noite) e a Mariana faz todos os dias, à noite, após o jantar!

Agora pouco me peguei pensando o seguinte: "Que bom que nenhum dos dois faz cocô enquanto está na escola, assim eu posso ver "a obra" e saber que está tudo bem".

E essa é mais uma das coisas que só sendo mãe pra entender....rsrsrsrs!
8

terça-feira, agosto 16, 2011


Galo na cabeça

Hoje o André bateu a cabeça na escola. Tropeçou subindo a escada, caiu e bateu a cabeça em uma parede, meio na quina. Foi feio, ele está com um corte e um galo gigantesco e bem roxo!

Me ligaram da escola logo depois que ele caiu e me informaram direitinho como procederam e me disseram que ele estava bem, brincando normalmente, sem tontura e sem dor de cabeça. Aliás, adorei a atenção da professora dele, que me deu o seu número de celular caso eu quisesse saber como ele estava.

Fui busca-lo e ele estava manhoso e começou a dizer que a testa estava doendo e quando chegamos em casa ele só quis colinho. Eu fiquei fazendo um cafunezinho nele e ele me disse: "quando você me faz carinho na cabeça, minha testa para de doer"

Eu quase morri do coração! Me deu uma vontade de abraçar forte, forte, forte e dizer pra ele que eu nunca mais iria deixar que nada acontecesse. É impossível, eu sei, mas foi só mais um dos momentos que eu parei pra pensar no tamanho do amor que a gente sente por essas criaturinhas e o quanto somos capazes de TUDO por eles.

Sei lá porque eu quis contar tudo isso....mas fiquei sensível com o que ele me disse e feliz por ser capaz de aliviar um pouco a dorzinha dele, nem que seja só pela sensação de bem estar e conforto que pude transmitir.

(Ai como eu amo.....)

9

segunda-feira, agosto 15, 2011


Caça ao tesouro

Acho que já comentei aqui no blog que aqui em casa nós não gostamos muito de comemorar dia das mães, dia dos pais, dia dos namorados, dia das crianças, etc.

Só que agora o André sabe que as datas existem (já que passa a semana na escola falando sobre isso e se preparando pra festinha), então também não acho legal deixar passar em branco. Decidi então fazer uma brincadeira aqui em casa mesmo para homenagear o papai.

Preparei uma caça ao tesouro. Fiz 12 pistas e colei pela casa toda. As pistas eram bem fáceis, já que a idéia era que o André conseguisse adivinhar para "ajudar" o papai. Eram pistas do tipo: "tudo que você colocar dentro de mim vai ficar muito gelado" - geladeira, "se você quiser dormir balançando, eu sou o lugar certo" - rede, "sou uma casa bonita e quentinha, mas você não cabe dentro" - casa dos gatos, entre outras.

Foi super gostoso ver o André brincar de caça ao tesouro com o pai. A carinha dele quando adivinhava o lugar e encontrava outro papel colado era a coisa mais linda do mundo. Abria um sorriso enorme! E também engraçado ver as respostas erradas dele...

Uma das pistas era "Se estiver muito frio, eu posso deixar a sala bem quentinha". A resposta era lareira, mas ele foi procurar no meio de um edredon que fica em cima do sofá e ele usa para se cobrir e assistir um filminho à noite!!! Achei fofo! :-))

A última pista levava ao presente do papai, que nada mais era do que um cartãozinho e uma foto impressa, para colocarmos em um porta retrato que já tinhamos em casa e que estava vazio.


Foi uma delícia: o André se divertiu com o papai e gastamos pouco mais de um real para imprimir uma foto em tamanho grande. Foi uma ótima maneira de mostrar na prática como podemos comemorar e homenagear o papai sem cedermos ao apelo comercial da data.


* A Juliana do blog "Fala, mãe" me convidou para escrever um texto sobre a amamentação dos meus pequenos e, é claro, eu escrevi. Hoje eu estou por lá...dêem uma olhada!!!!

9

sexta-feira, agosto 12, 2011


SUPER NOVIDADE!!!


Finalmente vou contar uma novidade deliciosa pra vocês.

Lembram que eu disse ter uma amiga querida que fez a decoração maravilhosa da festa da Nana? Então, nos tornamos sócias na Lollis e estou super feliz por contar essa novidade pra vocês.

A Lollis é uma empresa de decoração e organização de festas e o nosso conceito é dar à sua festinha uma cara de festa feita em casa com um trabalho artesanal e exclusivo. Sua festa não será igual a nenhuma outra, será só sua, com a sua cara e com a sua personalidade!

Além da decoração, podemos cuidar ainda de todo o pacote - organizamos a sua festa inteirinha (buffet, brinquedos, atrações...) da maneira que você desejar. Sua festa vai ficar linda e perfeita sem que você tenha trabalho.

Quem tem o talento criativo é a Carol, que faz coisas lindíssimas, tem uma criatividade inesgotável, um bom gosto fora do comum e, o mais bacana, consegue executar exatamente o desejo da criança (ou da mamãe).

E eu entro com o talento "freak organizer" - cuido da parte administrativa e vou passar a movimentar as redes sociais em nome da empresa (vai ser um suuuuper sacrifício pra mim...rsrs) para divulgar o nosso trabalho.

Obviamente, eu conto MUITO com vocês, amigas queridas. Dêem uma olhada no site, opinem, critiquem, elogiem e, se gostarem, indiquem e espalhem a notícia, pleeeeeease!
Vou adorar saber a opinião de vocês!!!

Eu estou super animada e super feliz com essa empreitada! Se puderem, sigam a Lollis no twitter e curtam a Lollis no facebook, assim ficarão sempre sabendo das nossas novidades. Vou amar ter vocês por perto!!!

No site vocês conseguirão ver fotos de várias festinhas. A festa da Nana é a Festa Joaninha (a mais linda de todas até agora....mas shhhhhhhh, não espalha...rsrs!). Como eu não resisto, vou colocar mais algumas aqui:







Ah, e se vocês passarem por perto de alguma Ri Happy, entrem e peguem a Revista Festas, de distribuição gratuita. Saiu uma matéria da Lollis lá, com essa mamy aqui e a princesa Nana nas fotos que ilustram a matéria.
A revista também pode ser vista online AQUI, é só clicar no menu (embaixo, à esquerda) em "para os filhos, com carinho", que já cai direto na matéria!!!

Créditos:
As fotos da festa da Nana são de autoria da Daniela Leme, outra amiga querida!!! :-))
O site lindo da Lollis foi elaborado pelo pessoal mais que querido da Conect Design !!
O modelo lindíssimo que ilustra a terceira foto fui eu que fiz!!


20

terça-feira, agosto 09, 2011


Carioquinha

Como sabem, eu sou paulista e o marido é carioca. Os dois pequenos nasceram aqui, mas vamos bastante ao Rio visitar os avós, tias, etc.
O André tem muito de carioquinha no sangue e eu morro de rir. Pra começar, sempre que volta de lá, passa um tempão falando algumas palavras com um mega sotaque: maixxx (pra mas), Thorrrr, não goixxxto (pra não gosto), entre outras.

Até que fomos passar férias na Bahia. Primeiro dia do André na praia e ele surtando de brincar na areia, no mar, correr, pular até que sente falta de alguma coisa:

-Mãe, quero bixxxcoito Globo.
-Aqui não tem biscoito Globo, filho.
-Então eu quero ir pra praia da vovó que tem bixxxcoito Globo e Mate.

Posso com filho desprezando a Bahia??? Sacrilégio!! rsrs!

Ontem, ele me pediu de presente uma roupa do Super-Homem, uma roupa do Batman e uma roupa do Homem-Aranha. Eu disse pra ele escolher uma delas e pedir ao Papai Noel. Ele respondeu:
-Mãe, você tem que me dar! Não adianta eu pedir pro Papai Noel porque ele só vai lá no Rio de Janeiro, ele não vem aqui "NO" São Paulo!!!

Isso porque Natal passado estávamos no Rio, e então eu expliquei que o Papai Noel vai a todos os lugares e que esse ano ele passaria sim aqui "EM" São Paulo. E ele novamente retrucou:

- Então eu posso pedir um presente pro Papai Noel de São Paulo e outro pro Papai Noel do Rio de Janeiro?
-Não, filho. É o mesmo Papai Noel que passa nos dois lugares. Ele vai muito rápido de um lugar pra outro e por isso que é difícil encontrá-lo, porque ele passa bem rápido em cada casa.
-Já sei. Eu peço a roupa do Super-Homem pro Papai Noel do Rio (mãe completamente ignorada!), coloco a roupa, vôo muito rápido pra São Paulo e chego antes do Papai Noel me dar a roupa do Batman aqui.

Tudo bem que eu sou mãe e sou babona, mas eu achei demais essa malandragem e esse raciocínio dele!!!

*Gente, finalmente estou de volta pós férias, pós adaptação da Nana. Agora vou atualizar toda a leitura dos blogs amados e postar com mais frequência.

** Depois que escrevi no post anterior que "estava com uns projetos" me senti ridícula dando resposta de modelo/atriz e apresentadora!! rsrs! A verdade é que comecei sim a trabalhar e estou preparando um post lindo pra contar a novidade e explicar tudo direitinho!

*** E pra finalizar a minha fase preciso me atualizar urgente: Claro que eu estou participando do sorteio de lançamento do Minha Mãe que Disse!!!!! O site está uma delícia, com postagens incríveis...quem ainda não conhece, corre lá!!!



0

quinta-feira, agosto 04, 2011


Adaptação da Nana

Adaptação? Quem é que precisa de adaptação mesmo? A Nana não precisou...
Desde o primeiro dia ficou bonita na escola, me dá tchauzinho e tudo. Come direitinho, dorme um soninho gostoso, brinca muito, participa de todas as atividades - uma moça!!
Ela volta da escola super felizinha e animada e tudo leva a crer que a experiência está sendo bastante positiva pra ela.

O André mudou muuuuito com a Nana na escola. Ele não reclama mais pra ir, fica na escola numa boa, está gostando muito de ter a irmãzinha por perto (ainda mais por saber que ela não está comigo). Hoje a professora da Nana me contou que nas duas vezes que ele encontrou a Nana, ele foi até ela e fez um carinho....ele não disse nada, só fez um carinho no cabelinho e voltou ao que estava fazendo. Não é pra morrer de tanto amor?

Eu fiquei toda emocionada quando ela me contou e à noite, em casa, ele me contou também. Ele disse que fez carinho na Nana duas vezes e que ela estava muito bonita na escola, sem chorar.

E como estamos ainda em adaptação, eu tenho ficado por lá um pouco e então hoje a psicóloga da escola veio conversar comigo e dizer que está muito orgulhosa de mim, que eu nem pareço a mesma mãe que fazia aquele escândalo na adaptação do André...hahaha. Comecei a gargalhar e, é claro, culpei os hormônios. Essa não é uma das coisas ótimas da gravidez? Poder culpar os hormônios de tudo?? rsrsrs!

Pra quem não acompanhou, eu fiz adaptação do André na escola quando estava grávida de 8 meses da Nana. Ele chorava um pouquinho pra me dizer tchau e eu descia a rampa da escola chorando de perder o ar. Conversava com a psicóloga, dizia que ia tirá-lo da escola, que ele não estava preparado e bla bla bla.

A psicóloga disse que até hoje eu sou a detentora do recorde do escândalo materno na adaptação....hahaha. E eu dou risada, né? Fazer o que??

Na segunda vez está sendo tudo muito mais fácil. Primeiro porque é a segunda vez, então já sabia como seria e o que me esperava e segundo porque a Nana não deu nenhum chorinho, não demonstrou sentir nem um pouco a minha falta (percebe que eu tenho CERTEZA que ela sente muuuuuuito a minha falta, mas só não demonstra pra não me deixar chateada...rsrsrs!,) então tudo está tranquilo e eu estou cada dia mais segura de termos tomado uma ótima decisão ao colocá-la na escola.

9

quarta-feira, agosto 03, 2011


tesoura


Lembram que o Dedé quer ser adulto para, entre outras coisas, poder mexer com tesoura?
Então, quando fui à Kalunga comprar uma mochilinha pra Nana, acabei comprando uma tesoura infantil pra ele.
Esperamos uns dois dias de aula e como ele se comportou super moço, ficou bonzinho, sem chorar e ainda por cima "cuidando" da irmã, nós dissemos a ele que ele estava merecendo um presente de menino grande.
Explicamos que mesmo sendo tesoura de criança também pode machucar e dissemos que a tesoura ficaria sempre guardada com a mamãe, de modo que ele só poderia usar com um adulto por perto.

E gente, eu to contando tudo isso pra dizer que há muito tempo eu não o via tão feliz com um presente. ELE AMOU! Está se sentindo O menino grande, um fofo! É só mais uma prova de que criança gosta mesmo das coisas mais simples do mundo.
Papai trouxe papéis de rascunho lá do escritório e ele está se divertindo MUITOOOO!


*** Ai, para tudoooooooooooo:
Enquanto escrevo esse post, o André veio me pedir pra contar a história de quando eu ganhei a minha primeira tesoura....
Quando demos a tesoura pra ele, eu contei PRO MARIDO (e não pra ele) que quando minha mãe me deu uma tesoura pra brincar pela primeira vez, ela não me deixava cortar papel, mas só papelão. E então machucava meu dedo e eu não queria mais cortar.
E eu acabei de repetir essa história pra ele e ele me disse: "se você quiser eu te empresto a minha tesoura de criança e deixo você cortar um papel bem molinho. E quando a sua mãe vier aqui eu vou brigar com ela porque ela não deixou você cortar papel"

Mãe, se prepara pra bronca, tá?? hehehe
Como é FOFO, meu Deus!!!

E depois dessa interrupção eu já me perdi e nem sei mais como eu ia concluir esse post...rsrsrs!
7

segunda-feira, agosto 01, 2011


Hoje

Hoje começam as aulas!
O André volta às aulas e a Nana terá o seu primeiro dia de aula.
Eu to tensa e apreensiva, embora a decisão tenha sido muito bem pensada:
1) Ela é super agitada e vai gostar muito de interagir. Todas as vezes que ela vai comigo levar o André, ela sai correndo pro meio do parquinho e fica super solta, adora! Gosta muito de brincar com crianças e achamos que a convivência será ótima.
2) A mamãe aqui, após 3 anos se dedicando exclusivamente à maternidade, pretende trabalhar durante as horas que eles estarão na escola. O esquema continuará o mesmo, eu continuarei cuidando sozinha dos dois e trabalharei enquanto eles não estiverem em casa (vou contar sobre esse projeto no próximo post!)
3) A professora dela vai ser a mesma que foi primeira professora do André, o que me passa a mais total e completa segurança de que ela estará super bem cuidada e que será muito bem estimulada.
4) O André está curtindo bastante o fato de ela ir pra escola com ele....diz o tempo todo que vai cuidar dela e hoje disse que se ela chorar ele vai dizer pra ela que não precisa.(fofooooo!). Nesse ponto eu acho que, mesmo inconscientemente, ele está gostando de saber que ela não passará mais tempo comigo do que ele. Ele sempre reclamava que ele ia pra escola e ela "podia" ficar comigo.

Enfim, adoramos a escola deles e achamos que será ótimo para a Nana e para todos nós.

Tudo isso até chegar o dia. Daqui a pouco vou começar a aprontá-los pra escola e já estou nervosa e apreensiva. To quase me arrependendo, to achando que ela ainda é um bebê, que vai morrer de saudades e que não vai ficar bem.
To achando que ninguém vai ter paciência com os escândalos dela (sim, gente...é só ouvir um "não" que a moça grita e se joga pra trás - drama queen total) e que só eu entendo tudo o que ela fala ou pede.
Ai ai...
Já sei que todo esse medo vai passar assim que ela estiver bem adaptada, mas estou super ansiosa com esse começo...já fico imaginando a casa vazia, à tarde, sem os dois. Síndrome do ninho vazio precoce. rsrsrsrs!

Logo mais eu volto pra contar como foi.

beijos e boa volta às aulas pra todas as criancinhas lindas dessa blogosfera!
14