terça-feira, junho 29, 2010


Nana


"Nanoca princesa,
Já faz dois meses e meio que você está aqui com a gente e a cada dia que passa eu te amo mais! Você é linda, fofa, gostosa e gorducha. É uma delícia ver o seu sorrisinho de linguinha pra fora.
Agora que já passamos um tempinho juntas, a mamãe já te conhece melhor. Mamãe já conhece seu chorinho de fome, seu chorinho de sono e seu chorinho de dor, mas o que a mamãe adora mesmo é bater papo com você.
Você conversa muito e faz barulhinhos tão altos que eu fico toda bobona e babona, achando que você é a menininha mais esperta e precoce do planeta (e que mãe não acha isso?? rs!). Você chegou bem boazinha e se integrou direitinho e rapidinho na rotina da nossa família e é cada dia mais gostoso ter você aqui com a gente.
Seu irmão te ama muito...ele fala pra você que você é bonitinha, te chama de "Nanota", fala que você está com roupa de princesa e outro dia me perguntou por que é que você só sabe falar "aaaa uuuu". Quando você está chorando e eu peço pro Dedé conversar com você, você para na hora de chorar e abre um sorrisão lindo pra ele, a ponto de ele me dizer "mamãe, a Nana gosta do Dedé". E aí quem começou a chorar fui eu. Óbvio! Lindo demais ver vocês dois juntos!
Todas as noites quem coloca você pra dormir é o papai, ele diz que você conta segredos pra ele que eu não posso saber e pra falar a verdade, acho que eu nem quero mesmo saber, porque eu também adoro ver seu papai babando em você, dizendo que você vai ser a menina mais linda do nosso condomínio e dizer que você é a parceira dele de filmes da madrugada!
Gatinha, você é muito amada! Eu tenho que me segurar pra não te machucar de tanto beijo, aperto, amasso e agarro...porque você é gorduchinha gostosa e dá vontade de amassar! Eu amasso de levinho pra não doer e encho sua bochechinha de beijos. E quanto eu vou trocar sua fralda, beijo seu pezinho e a sua coxinha grossa e você morre de rir.
Você é minha princesa, minha gatinha! É a menininha linda que eu sempre sonhei! Te amo!"
17

quinta-feira, junho 24, 2010


A Manu

Aqui em casa agora é assim:
- Filho, o que vc fez na escola hoje?
- brinquei com a Manu.
- Você foi no pula pula?
- Dedé pulou com a Manu

- Filho, hoje tem aula de educação física! Vc vai jogar bola com o Tinho (o professor)?
- vou jogar bola com a Manu.

na véspera do meu aniversário:
- Filho, sabe quem faz aniversário amanhã?
- A Manuuuuuuuu! Parabéns pra Manuuuuu! (na maior empolgação do planeta!!)
- Não filho, é aniversário da mamãe.
Ignorou completamente e continuou: "parabéns pra Manuuuuuuuuuuuuuu"

E todos os dias quando eu o deixo na escola, a Manu vem recepcioná-lo no meu colo, abre seu melhor sorriso e grita: "Dedééééééé". Ele abre um sorrisão gigante e diz: "Oi Manuuuuuuuu".

Ontem fui buscá-lo, todas as outras crianças dormindo e só ele e a Manu acordados, sentados em uma mesinha desenhando. Eu disse: "vamos pra casa, filhão" e ele respondeu "A Manu vai junto".

Manu, Manu...te pego na saída! A mamãe aqui ainda não está preparada pra ser trocada dessa maneira...o Reveillon com os amigos, o final de semana na praia, o carnaval com a galera....afe, só depois dos 25 anos, ok??

* Em tempo: acabei de receber fotos do André fazendo uma atividade na escola e ele está ao lado da Manu em TO-DAS!!!! rs!
23

terça-feira, junho 22, 2010


33

Como eu já contei nesse post AQUI eu adoro o número 3! Meio bizarro e meio bobo isso de ter um número super favorito, mas eu gosto do 3, ué? Fazer o que? E por conta disso, sempre fiquei imaginando como estaria minha vida aos 33 anos. Sabe quando vc tem 15 e imagina como vai ser com 18? Eu com 18, 20, 23...ficava imaginando como estaria com 33.

Será que eu seria uma super hiper advogada chiquérrima, super bem sucedida, ganhando horrores (ho, ho, ho) e vestida com o meu melhor tailleur? Será que eu estaria solteira, morando sozinha e programando viagens pelo mundo com as amigas? Será que eu encontraria um cara bacana ou continuaria me divertindo com os errados? enfim...imaginava mil coisas!

Só que nem no melhor dos meus sonhos eu poderia imaginar que eu chegaria aos 33 tão feliz e tão realizada.

*Não, eu não sou uma advogada bem sucedida, mas sou uma mãe super hiper mega competente (cof, cof!).
*Não ganho rios de dinheiro (nenhum dinheiro seria mais apropriado), mas ganho todos os dias sorrisos, abraços, carinhos que valem mais do que toda a fortuna do mundo.
*Não visto o melhor tailleur (me livrei de todos!), estou sempre de tênis pra poder brincar, correr e empurrar o tico-tico e girar o gira-gira "bem fóte"!
*Não moro sozinha, moro na casinha mais linda do mundo com crianças, gatos, quintal e muito amor.
*Não encontrei um cara bacana, encontrei o melhor de todos os caras do mundo inteiro. E encontrei, peguei pra mim e ainda tenho a sorte de saber que ele é apaixonado por mim.

E claro:
Tenho um menino fofo, esperto, tagarela, carinhoso, lindo, inteligente, loiro e delicioso. Eu tenho uma princesinha risonha, cabeluda, banguelinha deliciosa, gorducha e gostosa. Eu tenho um marido lindo, carinhoso, atencioso, responsável, mega inteligente, melhor pai do mundo e marido melhor ainda. Eu tenho dois gatos gigantes, ronronentos, bagunceiros e quentinhos. Eu tenho mamys e irmãos que nem amam e fazem tudo por mim. Eu tenho amigos sinceros, recentes e de longa data que me amam e compartilham momentos incríveis comigo. Eu tenho amigas virtuais incríveis que compartilham comigo o crescimento dos meus pequenos, me apóiam, ajudam, dividem experiências e acompanham a minha evolução como mãe. Quero mais o que??

Acho que eu não conseguiria imaginar isso tudo nem se eu tentasse muito. Aos 23 eu diria que nunca deixaria de trabalhar, que sempre seria independente, que sempre teria meu próprio dinheiro, a minha carreira...bla, bla, bla. Aos 23 eu nunca imaginaria ter gatos, tinha birra de gatos (não fosse a insistência do marido, acho que teria até hoje). Aos 23 eu nunca imaginaria viver longe de SP, já que sempre gostei tanto do agito.
E eu, que sempre fui cheia de opinião e de razão, a cada dia descubro que eu não sei mesmo é de nada. A única certeza que eu tenho é que eu SEI o que é ser feliz. Sei e dou muito valor: ser feliz é ter uma família tão linda como eu tenho e ainda por cima ter a oportunidade e o privilégio de ficar pertinho da cria em tempo integral exercendo a melhor (e mais difícil) de todas as funções que eu já exerci na vida.

E hoje, no meu aniversário de 33 anos, eu não desejo nada, nadinha! Só quero que tudo continue exatamente do jeitinho que está!
39

domingo, junho 20, 2010


Preparados pro jogo de hoje


(olhar apaixonado para o irmão!!! :-))

22

segunda-feira, junho 14, 2010


Festa verde e amarela

Está chegando o aniversário do Dedé e esse ano vai cair no meio da Copa! Decidimos não fazer festa grande porque a Nana está muito pequenininha ainda e seria muito tumulto, além do mais eu aproveitaria muito pouco. Pra não passar em branco, vamos comemorar em casa mesmo, só com a família no dia da final da Copa.
Chamamos avós, padrinhos, titios e priminhos e vamos fazer um bolo e umas comidinhas aqui em casa mesmo.
O André anda na maior empolgação com a Copa, só quer vestir a camisa do Brasil, dá um beijinho no emblema e grita "Basiiiiiiiiiiiil", uma coisa! Quando brincamos de bola com ele, não existe mais "Gol do Dedé", agora é sempre "Gol do Basil na Tópaaaaaaaaaaa"...rsrsrs!
Por esta razão, decidimos enfeitar a casa toda com bexigas verde e amarelas, bandeirinhas e comprei umas cornetinhas pra ele e pros priminhos. Pedimos a todos que venham com a roupa do Brasil pra fazer uma comemoração verde e amarela.
Então, a verdade é a seguinte: pra mim o que importa é que o Brasil vá pra final pra que a comemoração do Dedé seja um sucesso....porque senão não vai ter graça nenhuma ter a casa toda verde e amarela, não é mesmo?
To na maior torcida aqui...rsrsrs



* Essa camiseta linda do Brasil quem deu foi a fofa da Nina!! Ficou gatão, não ficou?
Dani, obrigada mais uma vez, nós adoramos!!! :-))
27

quinta-feira, junho 10, 2010


Wrap sling

E então que eu troquei slings com a Fabi: ela me mandou o wrap sling dela e eu mandei o meu de argolas. Eu recebi o wrap ontem à noite, fui correndo ler as instruções e testar com a Nanoca-princesa-linda!
EU AMEI! Simples assim!
Já me acertei com a amarração logo de cara (não achei tão complicado como parece), coloquei Nanoca pra dentro e demos um super passeio pela sala. Ela ficou bem gostosinha lá dentro, tirando o fato de ela achar que já tem 6 meses e querer ficar com o pescocinho duro...rs!
Bem que tentei colocar a cabecinha dela pra dentro, como é recomendado para bebezinhos do tamanho dela que ainda não sustentam o pescoço, mas ela não deixou...ficava com o pescoço durinho ou virava o rosto pro outro lado deixando o rosto todo coberto.
Mas calma, né? Foi só a primeira vez, logo mais a gente se acerta com o pescoço, né Nana??
Vejam só o teste:
(só não reparem...a foto foi tirada 10 horas da noite, depois de uma noite em claro e um dia inteiro de Nanoca sem dormir -to esquisita, desarrumada e descabelada, mas o que importa é que meu sling novo é liiiiiiiiiiiiiiiindo! :-)))


E o mais legal foi saber que a Fabi já testou o sling que eu mandei e gostou! Disse que se adaptou e conseguiu usar com o fofo do Gu. Eba! Melhor impossível.
Adorei a troca, Fabi!!!
14

quinta-feira, junho 03, 2010


Sling

Acho que todo mundo aqui conhece o sling, certo? Existem vários modelos, vários tecidos, várias maneiras de usar...A escolha do modelo é super pessoal e cada um se adapta com um diferente.
Quando o André nasceu eu comprei o sling de argola, mas não consegui usar. Tentei colocá-lo de várias maneiras, em várias idades e não me adaptei. Agora com a Nana fiz uma nova tentativa e não consegui novamente...
Resolvi tentar um novo modelo, o wrap sling. A amiga Pati usa muito com o seu Pedro e adora. Se adaptou direitinho e me animou a tentar (depois eu conto aqui se deu certo!!).
Só que o outro foi definitivamente aposentado sem nunca ter sido usado e, por esta razão, decidi perguntar se alguém tem interesse em adquiri-lo. Ele é bege (cru), com um bolso xadrezinho azul clarinho e é super unissex. Comprei da marca babyslings, que é ótima. Eu adorei o sling, achei a qualidade incrível e está realmente novinho já que NUNCA foi usado, além dos 5 minutos de testes dentro de casa...
O único porém é que a pessoa tem que ser minúscula como eu (que tenho 1,58m) porque o sling é tamanho P.
Se alguém se interessar, por favor me avise! Comente aqui mesmo ou mande email: lilata@uol.com.br
17

terça-feira, junho 01, 2010


Tem razão

Eu combinei com o Dedé que sempre que entramos em casa temos que tirar o tênis pra não trazer sujeira da rua (da escola, do parquinho, etc.) pra dentro de casa. Outro dia entramos em casa, eu tirei o tênis dele e esqueci de tirar o meu.
Pouco depois ele me fala: "mamãe, tem que tirar o tênis....tá sujo!". E eu respondi: "Tem razão, filho! Mamãe vai tirar, tem razão".
Tirei o tênis e ok.
No dia seguinte, fui com ele ao parquinho e ele viu que a sola do meu tênis estava suja, cheia de areia grudada. Então ele vira pra mim e diz:

"Mamãe, tem razão no seu tênis"

Eu cai na gargalhada!! O que ele assimilou foi "tem razão = tem sujeira"
E pra explicar?? Eu tentei, expliquei que eu quis dizer que ele estava certo e tal...mas é complexo, né?? rsrsrsrs!
17