segunda-feira, março 29, 2010


Falta pouco

Agora falta muito pouco pra chegada da princesa.
Eu estou em um misto de apreensão, ansiedade, felicidade e um pouquinho de medo. Assim, tudo ao mesmo tempo.
Estou doidinha pra ver o rostinho dela, pegar em meus braços, encher de beijo, carinho, abraço, perto e agarro. Não vejo a hora de olhar bem nos olhinhos dela e dizer o quanto ela é amada, querida e esperada (mesmo tendo a certeza de que ela já sabe). Quero amamentar, trocar fraldinhas micro-pequetiticas, dar banhinho e relembrar como é gostoso segurar um bebezinho tão pequenininho e molinho e redescobrir todas as coisas deliciosas de cada fase.
Ao mesmo tempo to com um medinho danado. Medo de o André sentir muito a minha falta, medo de não dar conta dos dois, de não conseguir dividir minha atenção e não ser uma boa mãe pra Mariana.
E eu aqui, com a barriga ultra-mega-maxi gigantesca, cheia de hormônios descontrolados, pensando que em menos de um mês vamos ter mais uma pessoinha aqui em casa, pensando em como vai ser a nossa rotina, como vou integrá-la a todas as coisas que eu já estou acostumada a fazer com o André e por outro lado, como fazer para o André entender que ela precisa de um pouco de sossego....enfim, pensando em como vai ser cada detalhezinho.
E eu não tenho como prever, né? Só tenho que esperar e fazer com que o meu melhor seja suficiente para conciliar todas as coisas.
Hoje, especialmente, estou feliz! Feliz por tanta coisa boa que eu tenho na vida, feliz porque meu pequeno ficou na escolinha sem chorar nem pra me dizer tchau (primeira vez!!!), feliz por saber que a princesa está linda e gorducha aqui dentro (2.800kg, 44 cm), e feliz demais por ter um marido tão incrível que cuida tão bem da gente e olha pra nós 3 (eu, André e barriga) com o olhar mais apaixonado do mundo!
20

terça-feira, março 23, 2010


Tloca letla

Há mais ou menos um mês o André soltou a língua geral. De uma hora pra outra ele começou a falar tudo, repetir tudo que a gente fala (já repetiu até um palavrão que a mamãe falou e mamãe redobrou o cuidado!!!) e até arrisca algumas frases simples!
E é tão bonitinho ver o molequinho falar tudo, contar historinhas, estou super apaixonada por essa fase. E ele troca algumas consoantes, o que deixa tudo ainda mais fofo.
Eu e o maridão sempre falamos do jeito certo com ele, até porque não gosto de adulto falando como criança, mas é fofésimo o jeitinho que ele fala. A letra "C" ele não fala de jeito nenhum, mas o engraçado é que dependendo da palavra ele substitui por uma consoante diferente, às vezes "P", às vezes "T" ou às vezes não coloca nenhuma e fala só com vogais mesmo.

Vou colocar algumas palavrinhas, até pra eu mesma nunca esquecer:

ó ó = cocó (que significa cocoricó)
ô ô = cocô (obviamente)
ú o = suco
a a o = macaco
parro = carro
tainho = carrinho ou carinho (depende do contexto)
bóto = moto
pepete = capacete que o papai usa na bóto
Popota = Ricota (a gatinha!!!)
tóia = escola
tótinho = fortinho (quando ele canta a música "meu lanchinho, vou comer...")
Nana = vale pra banana e pra irmãzinha (rs!)
potinho = copinho (vai entender!!! rs!)
patinho = parquinho
popóde = não pode
pixá= puxar
(a frase: popóde pixá, mamãe chóia, SAP: não pode puxar o cabelo porque a mamãe chora)

Diálogo mamãe e Dedé:

- Filho, a Nana vai sair da barriga da mamãe e vai morar onde?
- No páto da Nana (no quarto da Nana)
- E o que vc vai dar pra ela?
- ú o (suco)
- e se ela chorar, o que a gente vai fazer?
- taínho (carinho)
(não é pra morrer do coração?? As respostas foram espontâneas!!!)

Outro diálogo fofo:

- Filho, você é meu
- e a Popota?
- A Ricota é minha
- e o Cheddar (esse ele fala direitinho!!!)?
- o Cheddar é meu
- e o papai?
- o papai é meu
- e a mamãe é sua!!!

(Depois do papai, ele sempre perguntava "e a mamãe?" e eu respondia "a mamãe é sua". Agora ele nem pergunta mais e já fala "a mamãe é sua!" rsrsrsrs!)
Fofooooooooooooooooo!!!! To muito apaixonada por essa fase conversinha

12

segunda-feira, março 22, 2010


Adaptação da mamãe

Oi filhão,
Hoje é o primeiro dia que você fica sozinho na escola, depois de duas semanas. A mamãe conversou bastante com você, te deixou lá e vai te buscar mais tarde. E como a sua escola é bem pertinho, se as "tias" me ligarem, eu corro pra te socorrer!
E vou te confessar que eu fiz muitos planos para esse primeiro dia que a mamãe teria a tarde livre, fiz planos ousados como almoçar sem levantar da cadeira nenhuma vez, tomar um banho demorado, ler meus emails e conseguir respondê-los sem cantar pintinho amarelinho ao mesmo tempo, descansar um pouquinho e outras coisas do tipo. Mas quer saber a verdade: eu to é morrendo de saudade, to achando uma chatice a nossa casa tão vazia e silenciosa. Não tem graça nenhuma ficar aqui sem bater papo com você, ouvir as estorinhas que você conta...é um tédio só ficar aqui sentada no computador sem ouvir 35 "mamãe" por segundo.
E quer saber mais? Meu coração está apertadinho pensando em você, no que você está fazendo agora, se está feliz, se está tranquilo, se está brincando com seus amiguinhos, se está sentindo a minha falta. O que me tranquiliza é que na semana passada, apesar de chorar na hora de se despedir da mamãe, você terminou todos os dias na maior empolgação, me contando tudo com os olhinhos brilhando de alegria, o que me deu a certeza de que fizemos a escolha certa e que tudo é uma questão de tempo até você se adaptar direitinho.
Acho que agora quem está precisando de adaptação sou eu. Alguém tem que ficar aqui comigo me dizendo que você está bem, que logo vai voltar pra casa e acabar com esse silêncio chato, que está feliz com seus amiguinhos. Alguém precisa me dizer pra eu aproveitar o meu livre pra descansar um pouco e fazer tudo aquilo que eu planejei, porque vou te dizer que nesse primeiro dia eu não estou conseguindo fazer nada a não ser pensar em você!
Amo você, meu meninão! E logo logo vou sair pra te buscar, tá??
Mamãe
11

terça-feira, março 16, 2010


Pedro


O Pedro chegou!
É o filhote da amigona querida Pati e ele é lindo, lindo, lindo, lindo de morrer!
Nasceu na sexta-feira, dia 12/03, com 3750kg. Um meninão! E eu to doida de vontade de ver, agarrar, apertar....snif...
Pati e Junior, PARABÉNS PELO PRÍNCIPE! Ele é uma coisa de lindo e eu gostaria muito de estar aí pertinho de vocês pra mimá-los do jeitinho que vocês me mimaram quando o André chegou!
Adoro falar com vocês e ver como estão felizes e apaixonados pelo pequeno! Esse meninão tem muita sorte em ter um papai e uma mamãe tão especiais!
Desejo que esse meninão cresça bem lindo, forte, saudável e que seja sempre motivo de muita alegria pra vocês!
Amo muito vocês três!!!


10

quinta-feira, março 11, 2010


Escola

Em primeiro lugar, queria agradecer por todas as dicas, conselhos e opiniões. Eu reli mil vezes, falei pro maridão ler também e todas as opiniões foram super importantes para tomarmos a nossa decisão.

Acabamos optando pelo período da tarde, especialmente por poder contar com a ajuda do maridão pela manhã, quando poderemos revezar - de vez em quando ele fica com o Dedé pra eu ficar com a Nana e de vez em quando ele fica com a Nana pra eu corujar o Dedé.

Começamos a adaptação na quarta-feira (começariamos na segunda, mas estávamos - eu e ele - com febre) e ele ficou super bem. Claro que me chamou algumas vezes e quis ficar pertinho de mim, mas no geral brincou bastante com as tias e com as outras crianças.

Fiquei toda emocionada vendo o pequeno super independente sentado na mesinha tomando lanchinho com as outras crianças...fiquei de longe chorando que nem uma bobona!!

Hoje fiquei mais de longe, com algumas saídas mais demoradas pra ir ao banheiro e as professoras disseram que ele me chama bastante, mas elas explicam que eu volto mais tarde e ele fica numa boa. Não chorou nenhuma vez!! (e eu, que não sou boba nem nada, estava vendo tudo de longe atrás de uma árvore - olha o vexame - e vi que ele não chorou mesmo!!!)

Tanto ontem quanto hoje ele veio embora chorando porque queria ficar mais e chega em casa todo felizinho cantando as musiquinhas da escola, um lindo!!!! Acho que mais uns dias e ele já vai ficando mais seguro, não é mesmo?

Quanto tempo demorou a adaptação de vocês? Ai, já to enchendo todo mundo com tantas perguntas, né?? rsrsrs!!!
10

quinta-feira, março 04, 2010


Opinião

Queridas mamães mais experientes do que eu (e as menos experientes tb ou qualquer pessoa que quiser dar palpite), gostaria da opinião de vocês na seguinte questão:

Nós decidimos colocar o André meio período na escolinha, já que ele adora ficar com outras crianças e já que a Mariana vai nascer e a mamãe aqui não vai ter a mesma disponibilidade pra brincar e brincar e brincar. Achamos que vai ser interessante pra ele, ele vai interagir, adquirir um pouquito mais de independência, gastar energia, brincar, aprender, enfim...pensamos, pensamos e achamos que seria legal.

Eu já sofri de ciúmes da escola antes mesmo de ele começar, fico me perguntando se vão entender tudo que ele fala (afinal, só eu entendo tudo! rs!), o que vão fazer quando ele tiver soninho, levar um tombo e quiser beijos...essas coisas de mãe neurótica que passa o dia lambendo a cria, mas esse é assunto pra outro post! rs!

A nossa dúvida é: colocar no período da manhã ou no período da tarde???

O quadro é o seguinte:

Eu vou continuar sem babá, só uma pessoa me ajudando com as coisas da casa e que, eventualmente, pode me ajudar em uma coisinha ou outra com as crianças, ou ficar com elas pra que eu possa ir ao mercado ou resolver alguma coisa, mas basicamente vou ficar sozinha com os dois e preciso ter tempo de brincar com o André e tempo pra corujar a Nana que vai precisar demais de mim.

Então vamos às minhas considerações:

- eu tenho o maridão em casa até umas 9h30/10h, que pode me ajudar com o André, levá-lo no parquinho, andar de bicicleta essas coisas. Então teria só duas horinhas sozinha com os dois antes de o André entrar na escola, às 12h. (TARDE 1 X MANHÃ 0)

- aqui na Granja, onde estou morando, é mega frio, e fico imaginando que cruel tirar o molequinho da cama 7h30 da manhã no inverno pra entrar na escola às 8h. (TARDE 2 X MANHÃ 0)

- Ainda sobre o inverno, o pediatra de uma amiga deu o seguinte conselho: disse que pela manhã é bem mais frio e então as crianças ficariam mais em lugares fechados dentro da escolinha, o que propicia a propagação de qualquer vírus, enquanto que a tarde costuma ser mais tranquilo para as crianças ficarem ao ar livre (TARDE 3 x MANHÃ 0)

- a manhã passa mais rápido, quando a gente mal percebe já é hora do almoço, enquanto que a tarde se arrasta mais (TARDE 4 X MANHÃ 0)

- Levando o André na escola de manhã, o papai pode deixá-lo lá e eu só tenho que me organizar pra buscar, mas se ele for à tarde, tenho que me organizar pra levar e buscar, o que pode ser bem difícil com uma recém nascida (TARDE 4 X MANHÃ 1)

- Se ele for pra escola à tarde vai acabar suprimindo a sonequinha da tarde (que eu acho importante na idade dele), mas se ele for pela manhã, dormiria à tarde em casa normalmente (TARDE 4 X MANHÃ 2)

- Se ele for pela manhã, a rotina dele permanece mais saudável, acordando cedo, dormindo um pouquinho a tarde e dormindo cedo à noite. A rotina com escola à tarde, EU ACHO, acaba fazendo com a criança durma e acorde um pouco mais tarde (TARDE 4 x MANHÃ 3)

Enfim, não consigo me decidir o que vai ser melhor pra ele e eu também não tenho como prever todas as variantes, não sei se ele vai passar a dormir mais tarde, se vai mesmo suprimir a soneca da tarde, etc., mas estou tentando considerar tudo pra tomar a melhor decisão.

Algumas pessoas me disseram pra testar um período e, caso não dê certo, mudar para o outro. Maaaaaaaaaaaaaas, como nós temos pouco tempo de adaptação até a pequena nascer (em meio pro final de abril), não queria que ele se apegasse às professoras e amiguinhos pra depois ter que mudar. Ai, que mamãe complicada!!!

O que vcs acham? Qual horário seu filho vai pra escolinha? Como foi a transição?

Aguardo qualquer opinião ou conselho! Obrigadinhaaaaaaaaaaaa!!!!
23

quarta-feira, março 03, 2010


Carnaval

Já que eu estou atrasada com vários assuntos e continuo enrolando sem postar nada, vou colocar umas fotinhos do Carnaval. Saimos um pouco de SP e fomos descansar em Porto de Galinhas. Vejam só se o menininho aproveitou: 24h por dia dentro da água, se deixasse ele almoçaria, jantaria e tiraria a soneca dentro da piscina...rs!
Vejam só a Mariana que grandona que está...e por favor, não morram de inveja do meu bronze! hehehe

Brincando na piscina com o papai:

Brincando no mar com a mamãe e a Nana:
Brincando na areia:

Mãozinha enrugada de tanta água:

Pausa para o picolé de côco:

E um merecido descanso:


A única coisa ruim foi ter que voltar...o André ficava pedindo piscina o dia inteirinho, tadinho! Foi uma delícia!!!

* Já contei que o André só chama a Mariana de "Nana"? Eu fiquei toda derretida porque ele inventou o apelidinho sozinho e agora vive dando beijos e carinhos nela e conta pra todo mundo que é a Nana que mora na barriga da mamãe. Então, minha Mariana não é Mari não, é Nana!!!
Lindooooooooooooooo!


19