quarta-feira, outubro 20, 2010


Enquete

Desde que o André era bem pequenininho a coisa que eu mais ouvia era: "se você está cansada agora, espere até ele começar a andar" ou então "depois que a criança começa a andar é muito difícil, cai muito, dá muito mais trabalho" ou ainda "bebê não dá trabalho, quem dá trabalho é criança que anda".
Aí eu vi hoje no blog da Flávia, que ela disse para as mães de bebês pequenos viajarem muito e aproveitarem bastante porque enquanto são pequenos é infinitamente mais fácil.
E aí me ocorreu a seguinte questão:

Será que eu sou a única doida que acha que TUDO fica MUITO mais fácil depois que eles começam a andar???

Eu acho que a criança fica mais independente, mais fácil passear, fazer programas, ir a festinhas , ao parque....enfim, até em casa eu acho mais fácil!
No restaurante, por exemplo, enquanto é bebê fica revezando de colo em colo (sim, porque o André nunca parou em carrinho), mas depois que anda também consegue sentar na cadeirinha e se distrai com brinquedinhos e então quando cansar, é só levar pra dar uma voltinha. Em casa também, a criança vai sozinha onde quer, brinca, corre, volta, gasta energia. Acho bem mais fácil, gente!!

Alguém mais??? Ou estou sozinha nessa???
Ou será que só acho mais fácil porque os meus dois nunca foram chegados em carrinho??
20

20 comentários:

Patricia disse...

Concordo 100%. Vivo dizendo isso. Antes de andar, só no colo. Mariana (a minha,rs) nunca parou em carrinho também. E enquanto engatinha não dá pra deixar em chão sujo. Depois que começam a andar tudo fica mais fácil. Dá para dar a mãozinha e seguir por aí.

Roberta Lippi disse...

Eu acho que a fase mais difícil é aquela imediatamente ANTES de eles começarem a andar, ou seja, entre 9 meses e 1 ano. Essa fase sim, me deu canseira. Porque aí eles querem ficar no chão o tempo todo só que não é em todo lugar que dá pra soltar. Fora que a coluna vai pro saco porque a gente tem que ficar segurando com as duas mãos enquanto eles dão seus passinhos. Depois que começa a andar de verdade também acho que fica tudo uma maravilha.
Beijos

Dani disse...

Também acho mais fácil agora. Tudo bem que a gente, ás vezes, tem que sair correndo atrás deles pelo restaurante (pra eles não entrarem no banheiro masculino, como já aconteceu comigo). Mas no geral é mais fácil sim. Sábado mesmo, almoçamos numa boa enquanto a Nina se acabava com um Chicabom!
Ah...Nina também faz parte da turma que não é chegada num carrinho e, pelo número de piruetas da D. Alice, duvido que ela também vai gostar!
Bj, Rê!
Dani

Dê Freitas disse...

Rê...eu ainda não tenho experiência para contribuir com sua enquete, mas sinceramente espero que melhore, rsrs. A Manu até fica no carrinho,mas por um tempo bem limitado. Agora ela tá numa fase que quer ficar em pé, mas ainda não consegue. Tento deixá-la sentada e ela não dobra as perninhas de jeito maneiro, rsrs.

Fabiana disse...

Rê, daqui uns meses eu volto aqui pra responder esta enquete!!! rsrsrs

Mas já te adianto que jantar fora com o Gu é quase impossível... ele não curte ficar no carrinho também não!
Bjos

Nutrição e Cia disse...

Re as duas coisas acho eu, se não ficam no carrinho e só querem colo, nada com andar loguinho.
Já a minha ficou bem no carrinho e no chiqueirão que fiz pra ela aqui em casa, mas nada mudou quando começou a andar....Foi bom também...
Bjs

Patrícia Boudakian disse...

Rê, daqui 1 ano e meio eu volto aqui pra responder, tá!? rs

Bjs

Roberta disse...

Concordo com que a Roberta Lippi disse...para mim a mais difícil foi a fase imediatamente antes de andar e até "acertar" a marcha!!Nessa fase querem ir ara o chão, ficam cansados querem colo (já estão bem pesadinhos, tb :), não param quieto nem no carrinho, nem no colo nem no chão!! Ufaaa! Cansei só de lembrar!! :)
beijos

Than disse...

Putz primeiro adoooorei a nova cara do blog...a sua cara e dos babies!
Pois é disso ainda nao sei, mas qdo comprovar volto aqui e te falo, ok??? rs

Bjos em vcs!

lolo disse...

Putz, eu ouço isso o tempo todo também! Espero que eu seja das suas, hehe.

Sabrina, mãe de Lina disse...

Eu sempre passo por aqui e nunca comento, mas hj resolvi falar também. Eu acho muuuuito melhor qd eles começam a andar. A Lina é um pouco mais nova que o André e também nunca foi de ficar no carrinho, era de colo em colo nos lugares. Depois que começou a andar, tudo melhorou mesmo. Tem que ficar de olho, mas ela já meio que se entretem de maneira mais fácil. Abç na família.

Sarah disse...

Com certeza é mais fácil agora. Bento quando bebê tinha refluxo, chorava à beça!! Quase não saía com ele. Agora não, dorme mais tarde, come comida, passeia, brinca, vê livrinhos... também prefiro essa fase!

Drica Menezes disse...

aiiiiiiiiii não sei nada ainda, totalmente de primeira viagem, hehehe! obrigada pela visita em meu blog, adorei! estamos tão felizes!!!! mil bjks pra vcs todos ai! :)

Paloma, a mãe disse...

A fase mais difícil é sempre aquela pela qual estamos passando, acho que foi por isso que a Flávia disse isso.
Pensando reatroativamente, eu não acho que as fases mais difíceis, para mim, foram a amamentação e o desfralde. Andar ou não andar não fazia diferença, ela estava sempre com a gente e não era de dar muito trabalho.
Beijos

Naiara Krauspenhar disse...

Nossaaa, concordo muitoooooo!!!
GG me dá a metade do trabalho agora.
A gente sai pra todo lado, pega na mãozinha e caminha comigo.
Uma beñção...
Antes era um caaaaaos
Pra minha sorte GG andou logo, com 10 meses... rs
BJokas

Naiara
http://littlelittlediva.blogspot.com/

Isadora Rubim disse...

Ai quem alivio ler esse post! Porque a Luisa vai começar a andar agora e depois de tudo que li por ai ja estava pensando que a coisa ia ficar mais dificil ainda.
Daqui 2 meses te respondo a enquete!

Leio seu blog faz muito tempo e adoro o Dedé, a Nana e como vc escreve! Vou te seguir, ok?
Um beijo, Isadora!

Carol Garcia disse...

ai re,
tem partes mais cansativas, mas não mais difíceis.
acho que sempre estimulei muito o isaac, a descobrir o mundo e participar, logo ele ficava pouco no carrinho.
mas agora andando e cheio de vontade própria, a gente tem é que calçar um sapato confortável e dar as voltinhas, corridinhas e todos os etecéteras pro programa não virar o caos.
não é mais difícil não. concordo com vc.
bjo bjo

Flavia disse...

Puxa Rê, acho que no final, cada caso é um caso, né?
O problema é que acho que o filhote está numa fase complicadinha de que a cada 5 minutos tem que fazer outra coisa completamente diferente do que estava fazendo... saca?
Tipo no encontro com a Pati, enquanto o Pedro (fofo!) estava tranquilão no colo, sem reclamar de nada, o João exigia atenção, agora quer levantar, depois quer ver não sei o que, agora pinta, agora já não. ...
por isso a constatação. Mas claro, para outras mil coisas fica bem mais facil quando eles são um pouco mais independentes.

beijo

Juliana Baron Pinheiro disse...

Olha Rê todo mundo me diz isso também mas eu acho que também vou preferir quando o João andar. Hoje ele até para em carrinho mas cansa logo e como ele já tem 11 kg fica muito complicado carregar ele.

Bia disse...

que bom ler isso Rê, pois estava preocupada depois de ler tantos relatos de mães cansadérrimas de correr atrás dos filhos por aí :)