terça-feira, setembro 28, 2010


Luta livre

Está aberta a temporada de luta livre.
Semana passada o Dedé levou uma mordida de uma amiguinha na escola. Ficou a marca "reloginho" no braço dele e ele ficou todo sentido, mas disse que a amiguinha pediu desculpas e que ele desculpou.
Eu expliquei que a amiguinha tinha feito uma coisa feia, que ela não pode morder os amiguinhos, mas que ele foi muito bonito em ter desculpado.

Ontem eu chego na escola para buscá-lo e a professora dele me conta que ele bateu em três amiguinhos, um deles a amiguinha que o havia mordido. Fiquei espantada, ele nunca foi disso. Voltei o caminho todo conversando com ele. Primeiro eu perguntei por que ele havia batido e ele respondeu: "porque o Dedé foi feio" rs! Então perguntei se ele havia pedido desculpas e ele disse que sim.

Expliquei que não podia bater em ninguém, que era uma coisa muito feia. Só que ele resolveu que quer bater mesmo e esses dias tem batido em mim algumas vezes.

Eu sou super contra bater, radicalmente contra. Não acredito na palmadinha educativa, ainda que não machuque, acho humilhante e acho desrespeitoso. Também sou contra gritar e acho que tudo deve ser resolvido com uma boa conversa, em tom sério (claaaaaaaro que já gritei, não gostaria de ter gritado, mas não sou de ferro e já perdi a paciência algumas vezes e gritei sim, mas tenho raiva de mim por isso, afinal sou eu a "madura" nesse relacionamento). Só que NUNCA, nunca bati, nem um tapinha, nada e pretendo continuar sempre com essa postura. E tenho orgulho de poder usar o argumento "a mamãe te bate?", ele diz "não" e eu digo "o Dedé tb não pode bater na mamãe". E tem funcionado até que bem, alguns minutos depois ele me beija e pede desculpas.
Agora estou na fase de dizer que não adianta pedir desculpas e depois fazer novamente, mas que ele tem que pedir desculpas e não fazer mais, porque eu fico muito, muito triste quando ele bate.

Depois de muita conversa hoje e ontem pela manhã, ele me disse a caminho da escola: "O Dedé não vai bater em nenhum amigo e a mamãe não vai ficar muito, muito triste".

Ele é tão fofo e tão docinho que eu realmente espero que essa fase de tapinhas passe logo.
18

domingo, setembro 26, 2010


o bolo

No dia do aniversário do papai, coloquei a Nana no sling, o Dedé em uma cadeira ao meu lado na pia e fizemos um bolo.
Comprei estrelinhas coloridas, o Dedé enfeitou e o bolo ficou liiiiiiiiiiindo (e muito gostoso tb)!!! Nós fechamos a porta da cozinha para enfeitar o bolo sem o papai ver e quando acabamos, ele disse: "Papai, vem vê a supeeeeeeeeesa". rs!
Ele ficou todo orgulhoso dizendo que foi ele que fez o bolo :-))
Vejam só, mas não reparem na bagunça da cozinha! rs!


18

quinta-feira, setembro 23, 2010


3 em 1

3 assuntos em 1 só post:

Não bastasse o refluxo, Naninha ainda está gripada! Narizinho cheio, uma tosse horrorosa, dificuldade de mamar, irritabilidade e tudo que vem junto com a gripe. Pelo menos não teve febre!
Conversei com o pediatra e, após me orientar sobre os cuidados com ela, concluiu com a seguinte frase: "olha, o refluxo tende a dar uma piorada enquanto ela estiver doentinha, então nesses dias não temos como avaliar a eficácia do remédio. É provável que ela passe a dormir ainda pior por alguns dias"
Pior? E tem como??? MEDO!

Uma agonia tão grande ver a pequenininha assim! E ela continua risonha e falante mesmo dodói! Fofa!
Copiando a idéia fofa da Camila, todo mundo assoprando pra essa gripe ir embora logo!!!

**************
Hoje é aniversário do maridão! O melhor marido, o papai mais amigão de todos tempos e a pessoa que eu mais admiro na vida! Parabéns, meu amor! Sua familinha te ama demais!
Vem cedo pra casa porque o Dedé quer cantar parabéns!
*obs.: o Dedé canta parabéns para as pessoas, mas na hora de falar o nome repetidas vezes tem que ser sempre "Dedé, Dedé, Dedé". Se falarmos outro nome ele pede pra cantar novamente pra ele...rs!

***************

Pra descontrair:
Hoje o Dedé me pediu pra imitar o Woody, o Buzz, a Jessie, o Zurg, o Sr. Cabeça de Batata...enfim, imitei todo o elenco de Toy Story e depois disse a ele que era a vez dele imitar as pessoas.
- Filho, como é que o papai fala?
- Oi amidão, me dá abaço!
( a versão oficial que o papai fala quando chega em casa é "oi amigão, cadê meu abraço?")
- E a mamãe, como fala?
- Oi dato, te amo!
(do oficial: oi gato, te amo!)
- E a Naninha, como fala?
(eu, inocentemente, achando que ele diria que ela não fala)
- Uééééé, uééééé! A Naninha só chóia!

hehehehe. Sentiram o quanto a gata chora nessa vida??? rs!
19

terça-feira, setembro 21, 2010


Ele, o refluxo!

O Dedé teve...

Nós demoramos um monte para descobrir porque ele quase não tinha sintomas aparentes. Não regurgitava o leitinho, ganhava peso normalmente, mas não dormia nada. Tinha uma super dificuldade para pegar no sono, só conseguia no colo e na posição vertical, mas assim que colocavamos na horizontal (no berço) ele acordava. Logo que descobrimos começamos com a medicação e ele melhorou um pouco...passou a dormir períodos um pouco mais longos, mas seguia com uma super dificuldade em adormecer.
Algumas crianças melhoram quando começam as papinhas, outras quando começam a andar e passam mais tempo na vertical, mas nada disso foi válido para o André, ele só começou a dormir a noite toda com 1 ano e 3 meses e só paramos com a medicação com 1 ano e 9 meses.

A Nana tem...

O dela foi um pouco mais fácil diagnosticar porque ela regurgitava muuuuuuuuuuuito após todas as mamadas. Não chega a interferir no ganho de peso, mas ela tem um incômodo muito grande, assim como o Dedé.
Começamos com o remedinho e por enquanto não vimos grande melhora. Na última consulta acertamos a dose para o peso atual dela e o pediatra disse que em, aproximadamente, 10 dias eu veria a diferença. DEZ DIAS!! O que será de mim até lá?
O máximo que ela estica durante a noite é 2 horas, mas normalmente acorda a cada 1 hora e meia. Durante o dia dorme no máximo 40 minutos. Nas últimas noites, o papaizão ficou com ela à noite para eu pudesse dormir pelo menos 3 horas seguidas e tentar ficar um pouco melhor.
Se vocês não tiverem notícias minhas nos próximos dias, mandem me procurar....provavelmente vão me encontrar dormindo em algum cantinho! rsrsrs!
18

Odeio

Eu sei que isso aqui é blog e não twitter, mas só tenho uma coisa a dizer:


EU ODEIO REFLUXO!!!
8

segunda-feira, setembro 20, 2010


Na revista

Eu e as queridas Mari, Roberta, Paloma (que fez um post ótimooooooooo sobre a matéria!!!), Roberta e Letícia estamos na N Magazine de Setembro. Uma matéria bacana sobre as mamães blogueiras.

Dá pra ver uma prévia AQUI, mas a matéria completa só mesmo na revista!!

Eu já vi e ADOREI!!!!! :-)))
9

sexta-feira, setembro 17, 2010


Dormir ou não dormir? Parte II

Depois que eu publiquei o post anterior e li todos os comentários de vocês, conclui que o melhor mesmo seria se ele tirasse uma sonequinha na escola. Mas como? Ele não se entrega, nunca, nunca quer deixar de fazer alguma coisa pra dormir.

Algumas vezes quando vou buscá-lo ele é o ÚNICO acordado brincando!

Bom, aproveitei que hoje ele acordou suuuuper cedo e estava com soninho na hora de ir pra escola e fui conversando com ele. Fui dizendo o nome de todos os amiguinhos que dormiam lá, disse que eles não deixavam de brincar para dormir, mas que descansavam um pouquinho pra poder brincar bastante depois e, finalmente, disse que se ele estivesse cansado poderia avisar a tia Mimi e pedir pra dormir um pouquinho junto com os outros amigos.

E o que aconteceu??? Ele dormiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiu!!!!

A tia Mimi me contou que ele disse que queria dormir um pouquinho igual aos amigos e que então tomou o leitinho e dormiu!!

Ainda é cedo pra comemorar porque foi só uma vez, mas já fiquei super feliz e achei um grande passo. Quem sabe agora ele se anima pra dar uma cochiladinha na escola todos os dias!!! Eba!

Super obrigada pelos comentários, meninas. Ajudaram muito!
12

quinta-feira, setembro 16, 2010


Dormir ou não dormir?

Obviamente que essa pergunta nada tem a ver comigo, já que eu durmo em todas as raríssimas oportunidades que eu tenho. rsrsrs! É sobre o André.

Ele entra na escola às 11h e sai às 16h. Normalmente pega no sono no carro mesmo, na volta. Chega em casa dormindo e vai até às 18h. Só que ela acorda sempre chatérrimo...fica choraminguento, manhoso, impressão que sempre acorda assustado ou querendo dormir mais, sei lá. Demora aproximadamente umas 2 horas pra entrar nos eixos, aceitar tomar banho e ficar bonzinho novamente. Só que então pega fogo, acorda de vez, fica impossível, pulando no sofá, aceso mesmo e só vai dormir por volta de 23h30 - o que eu acho MEGA tarde pra idade dele.

Já tentei deixar que ele durma somente por 1 hora pra ver se ele iria dormir um pouco mais cedo à noite, mas não adiantou. Ele acorda ainda mais chatinho, por não ter dormido o suficiente e não muda nada o horário noturno. E não adianta colocá-lo mais cedo na cama porque só serve pra me estressar, ele está sem sono, fica rolando, rolando, falando e brincando e não dorme por nada.

Dormindo nesse horário, ele acorda umas 9h30 da manhã, o que eu também acho tarde considerando que temos somente uma hora para café da manhã, colocar roupa e ficar um pouco com papai e mamãe.

Por outro lado, se ele não dorme à tarde, chega em casa animadinho, brinca bastante, toma banho e janta super bonzinho e vai dormir por volta de 20h30, o que eu considero um horário bom. E então também acorda mais cedo, por volta de 8h e temos tempo suficiente pra brincar e fazer tudo o que precisa ser feito. Dessa forma, o tempo que ele fica acordado tem mais qualidade, ele fica bem e passamos horas gostosas juntos.

Só que eu acho cedo pra ele ficar sem a soneca diurna, ainda mais se partir de mim.

Quero dizer o seguinte, se ele não sentisse mais sono e não tivesse mais a necessidade de dormir durante o dia, ok! Mas não é o caso, ele tem soninho, tanto que quase sempre volta dormindo, então não me acho no direito de abolir a sonequinha dele por minha conta. Só que a situação está me angustiando porque não consigo firmar uma rotina que dê certo.

O que vocês acham? Até quando seus filhotes dormiram à tarde? HELP!!!
14

quarta-feira, setembro 15, 2010


Sobre os selinhos...

Queria falar sobre os selinhos...
Em primeiro lugar queria agradecer por todos os que eu ganhei nas últimas semanas, foram váááários e não sei ao certo se agradeci um a um direitinho, como manda a boa etiqueta, em cada um dos blogs que me presenteou. Então aqui vai: MUITO OBRIGADA!
Os selinhos são uma forma muito bacana de demonstrar carinho por uma "amiga blogueira", dizer que você gosta, que lê, que se emociona, que está sempre por lá e eu fico muito feliz cada vez que alguém me indica.
Só que (sempre tem um porém...rsrsrs!) eu não dou conta de postar! Os selinhos sempre tem regras a cumprir, perguntas pra responder ou fotos pra postar, tem que indicar novas amigas e uma série de coisinhas a fazer e eu simplesmente não dou conta.
To ainda na maior correria com os dois pequenos e quando eu sento pra postar, saio escrevendo o que vem na cabeça, super espontâneo, sem regras, sem programação e muitas vezes só paro pra reler e corrigir alguma coisinha no texto uns dois dias depois...então não me demanda muito tempo. Faço no tempo livre, quando os dois dormem, ou quando o André está na escola, ou quando tem alguém aqui em casa...sei lá...em qualquer tempinho que sobra. Os blog amigos, na maioria das vezes, eu leio pelo meu celular quando estou colocando a Nana pra dormir ou de madrugada pra eu não pegar no sono. E então durante o dia é mais rápido pra eu dar uma passadinha e só fazer um comentário.
Tudo isso pelo seguinte: Me desculpem se eu não posto os selinhos e não cumpro as regras, tá? Não fiquem tristes comigo, mas eu realmente não to dando conta. Quem sabe quando a Nana estiver um pouco maiorzinha, com o soninho mais reguladinho (e eu espero que isso aconteça porque se continuar como está, eu vou surtar muito em breve de tanto sono!!!)
O post todo foi pra vcs não me acharem uma mal educada e mal agradecida, ok?? rsrsrs!
4

domingo, setembro 12, 2010


Ao vivo






Direto do quintal de casa!!!!




29

sexta-feira, setembro 10, 2010


Frases soltas

O máximo que eu consigo hoje são frases soltas, pois elaborar um pensamento mais complexo é impossível.

- A esticada máxima que a Naninha deu essa noite foi 1 hora e meia. Ficou acordando horrores. NÃO SEI PORQUE!!!

- Filhos com refluxo: minha sina! (mas não estou certa de que foi por isso que ela acordou tanto)

- O Dedé ontem alternou momentos de extrema gostosura com momentos de intensa birra. Eu, cansada, com sono e sem a menoooooooor paciência pra argumentar/ ensinar/ educar, só conseguia dizer: "filho, ajuda a mamãe, vai? eu to tãooo cansada".

- Amanhã tenho um aniversário de um amigo em um bar, na hora do almoço. Pergunta se eu quero ir com a turma toda, ficar revezando a Nana no colo com o maridão, enquanto o outro corre atrás do Dedé fazendo amizade nas mesas vizinhas??? Nãoooooooooooo! Quero ir só com o marido, tomar uma capirinha INTEIRA e encher a pança de comidas de buteco! humpf!

- Ainda bem que, no segundo filho, a gente sabe que essa fase de não dormir passa...uma hora passa. (e então começam as birras, respostas atravessadas....mas aí ahistória é outra - e, acredito eu, que descansada deva ser bem mais fácil lidar com elas)

- A Nana está dormindo nesse exato momento e eu não consigo decidir se almoço, tomo banho ou durmo também. Na dúvida, to blogando (doooooooooida!)

Bom final de semana, com muitas horas de sono pra todos (será que eu só penso em dormir??)!
13

quinta-feira, setembro 09, 2010


Mamãe aprovada!

Ontem eu fiquei sozinha com os dois. Era feriado aqui onde eu moro e a moça que trabalha aqui em casa não veio, o Dedé não tinha escola e marido foi trabalhar. Não bastasse ficar sozinha para todas as tarefas habituais como comida,banho, fraldas, brincadeiras e eventuais choros, ainda tinha que arrumar os dois bem lindos (e me arrumar tb!) para irmos a uma festinha. Depois colocar todo mundo no carro, dirigir mais de 20 km e pegar marido no trabalho para irmos.
Tudo transcorreu até que bem durante todo dia. Fui bem sucedida em arrumá-los bonitinhos e consegui até que botar uma roupa decente e pentear mais ou menos o meu cabelo. Malinha arrumada, Dedé sentado na cadeirinha do carro com o seu Woody no colo, só faltavacolocar a Naninha na cadeirinha. Coloquei e ela abriu um berreiro! Começou a chorar absurdamente, coisa que ela nunca faz, pois SEMPRE dorme no carro. Então decidi andar um pouquinho com o carro pra ver se o balancinho a ajudaria a dormir e nada. Como ainda estava dentro do condomínio, parei o carro, peguei no colo, conversei, acalmei e ela ficou lindinha distruindo sorrisos. Coloco na cadeirinha do carro e mais berreiro...tive que parar novamente e tentar acalmá-la e na terceira vez que a coloquei, ela deu um choramingo e acabou dormindo rapidinho. Enquanto isso, André se comportanto lindamente na cadeirinha pois estava doido pra ir pra festinha.
Em menos de 5 minutinhos estavam os dois dormindo e eu pude ir tranquila.

Outra cena:
Hoje, levando o André para a escola, ele reclamou que a bochecha estava dodói e pediu beijo. Eu disse que daria quando chegassemos na escola, mas ele disse que queria naquela hora. Como ainda estavamos dentro do condomínio, eu fiz a maior graça com ele, o maior teatro, parei o carro, disse que ele estava precisando urgente do beijo da mamãe, que o beijo era muito jóia e que sarava todos os dodóis, desci do carro, dei a volta, dei beijo nele, voltei pra direção e continuamos o caminho para a escola.
Eu só parei o carro pra fazer graça mesmo e ele morreu de rir...

Alguns minutos depois ele diz: "A mamãe para o carro quando a Nana chora e para o carro quando o Dedé precisa de beijo".

Acho que se eu tivesse pensado nisso, teria parado o carro sim pra ele não sentir diferença, mas eu nem lembrei e o molequinho me testou! Eu passei no teste, fui aprovada com louvor e ganhei o selo: "mamãe que não faz diferença entre os filhos".

Nunca subestime o ciúme do irmão mais velho!! rs!
23

segunda-feira, setembro 06, 2010


Desejo

Se eu pudesse escolher apenas um desejo, dentre todas as coisas do mundo, eu escolheria o seguinte:

Uma cama gigantesca, com lençois de algodão limpinhos, cheirosos e bem esticadinhos, um edredon fofo e pesado, um travesseiro macio, tudo isso dentro de um quarto bem escuro e absolutamente a prova de ruídos, onde eu pudesse dormir por 24 horas ininterruptas.

Só isso! Simples assim! rsrsrs!
13

sexta-feira, setembro 03, 2010


Bloguito de cara nova

Mudamos!
EEEEEEEEEEEE!! Eu to toda felizinha com o layout novo, ficou do jeitinho que eu queria!!
Quem fez foi a fofa da Evelyn, que além de super talentosa, ainda foi super paciente comigo e com os meus detalhes (mas o rabo da Ricota é escuro! o rosto tb, mas só os olhos e não o nariz....e por aí vai!). E ela ainda acertou de cara, eu disse mais ou menos como eu queria e ela já me mandou a amostra liiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiinda!
Espero que vocês também gostem tanto quanto eu gostei.
E pra conhecer um pouquinho mais o trabalho dela, entrem no site www.evelynregly.com

******
Agora também temos um feed decente nesse blog, então se quiser receber os novos posts por email, é só preencher o seu email na caixinha "Feeds" ali do lado.

Ebaaaaaaaaaaaaa!!! To feliz da vida com o bloguito novo! Viram como o Dedé e a Nana estão lindinhos??? :-)))
Boa sexta pra todos!
38

quinta-feira, setembro 02, 2010


Frutas

Eu levando o Dedé para a escola agora pouco, perguntei:

- Filho, o que vc vai fazer hoje na escola?
- Vou papá tudo e depois comer fruta.
- Que gostoso, filho.
- Não é gotoso, Dedé não gota de fruta.
- Gosta sim, filho, você adora fruta.

Aí me liguei que ele não estava bem certo do que seriam as frutas, então comecei a dar exemplos...

- Você gosta de maçã?
- Goto
- Você gosta de mamão?
- Goto
váaaaaarios outros exemplos depois...
- Então filho, isso tudo é fruta. Uva é fruta, melancia é fruta, banana é fruta, morango é fruta...
- Banana não é fruta, mamãe.
- É sim, filho.
- Nana é irmãzinha e não é de comer!!!!

Só não pude esmagar porque estava dirigindo....rsrsrs! Fofo!
17

quarta-feira, setembro 01, 2010


Timãooooooo, eeeee oooo!!!

Eu sou corinthiana! Sempre fui, desde sempre! Acho que já nasci assim. Quando eu era mais nova, eu era suuuuper corinthiana, ia ao estádio, assistia a todos os jogos nervosíssima, discutia, brigava, acompanhava todos os campeonatos, usava camisa do Corinthians pra ir a qualquer lugar e tinha até um casaco lindíssimo da Fiel (que a propósito, eu não sei onde foi parar! rs!).

Tudo isso pra dizer que eu não sou só corinthiana por herança familiar, mas que eu sempre curti mesmo, sempre fui super torcedora! Aos poucos fui me desinteressando, deixei de acompanhar os campeonatos e virei aquelas torcedoras só de final de campeonato (eu tinha uma raaaaiva disso!!!).

Até que eu me casei com um maridíssimo, que além de lindo, é também carioca e flamenguista. Até aí ok. Nada mudou, segui feliz da vida com a minha paixão pelo meu time, mas sem grandes manifestações.

E então eu tive filho. Meus irmãos deram a roupinha baby do Corinthians e obviamente ele ganhou a roupinha baby do Flamengo (do tio Fernando!). Eu, toda alegrinha e serelepe, querendo fazer graça pro marido, vesti a roupa do Timão e levei ele pra sala. Gente, juro...ele não durou nem 5 minutos com a roupa...fez um cocozão daqueles matadores e sujou a roupinha inteira....maridão gargalhando disse que ele mesmo repudiou a roupa. Tempos depois coloquei a do Flamengo e ele passou o dia com a roupa sem ao menos uma babadinha.

Além do mais, pode até ser machista, mas acho que essa coisa de futebol é coisa de pai pra filho, acho bacana esse ritual, essa tradição, então decidi não entrar nessa guerra (pois é certo que se nela eu tivesse entrado, sairia vencedora, pois tenho horas e horas a mais que o maridão para a lavagem cerebral!!!!) e deixei que o André fosse flamenguista. Hoje ouço o pequeno dizer "Gooooooooooooool do Famendo" e acho uma fofura só.

Semana passada estava eu preenchendo um cadastro em um site para pedir as figurinhas faltantes do álbum da Copa (aiiiiinda! aliás, se alguém tiver repetidas para trocar, me avisem! ho ho ho) e perguntaram qual era o time favorito. Eu estava ali no embalo respondendo nome, idade, endereço, profissão, tudo no automático, acabei respondendo automaticamente Flamengo. Afe! E só percebi uns minutinhos depois....fiquei brava comigo mesma, me dei uma super bronca em pensamento, voltei lá e troquei pra Corinthians, claro.

Olha só, Timão - Parabéns pelos 100 anos. Eu ainda te amo, tá? Mas sabe como é mãe, né?? Acha que o filho sempre tem razão!!!! :-))
E cá entre nós, bem baixinho pra ninguém ouvir - a Naninha vai ser corinthiana junto comigo, tá? Mas não conta ainda pro maridão...rs!

Gato desse jeito, ainda...quem resiste?

9