terça-feira, março 31, 2009


Vortei

Ooooooooooooooooi!
E eu estou sem computador desde quarta-feira passada. Tive crise de abstinência: suor, tremores, pesadelos. E morriiiiiiiiii de saudades das minhas leituras diárias.
Vou atualizar as minhas leituras e volto a postar assim que possível.

beijos, beijos, beijos, beijos!
5

quarta-feira, março 25, 2009


Listas

Como boa neurótica e metódica, eu sou uma pessoa que faz listas. Faço lista de supermercado, lista do que eu tenho que fazer na semana, lista do que eu tenho que colocar na mala antes de viajar, lista das coisas que eu preciso perguntar pro pediatra....enfim: ADORO uma lista.
Daí que a Ice começou com a brincadeira das listas e aqui vão as minhas:

Pra Ice - o que mudou ao ser mãe.
* dessa vez vou deixar o lado sentimental de lado um pouco e falar da parte prática*

1- antes eu saía com o maridão e chegava em casa 7h da manhã e agora quando eu durmo até às 7h eu acordo feliz da vida porque o André dormiu BASTANTE.
2- antes a gente passava noites em claro jogando Catan (jogo de tabuleiro) e agora a gente passa noite em claro fazendo o pequeno dormir.
3- antes a gente saía pra almoçar fora, jantar fora, cinema sempre que desse vontade e agora qualquer cineminha precisa de uma semana de programação.
4- antes a gente quase não ia ao parque (mesmo sendo em frente ao meu prédio) e agora todos os dias tem passeio com o pequeno.
5- antes a gente olhava os filhos mal educados ou que não comiam ou que gritavam (etc., etc., etc.) por aí e achava um absurdo as mães que não educavam e agora a gente se solidariza e pensa: "coitada, tão difícil isso".
6- antes eu fazia as unhas toda semana, estava sempre com as luzes em dia e agora deixo pra quando não dá mais pra esperar.
7- antes eu andava em shoppings olhando roupinhas pra mim e agora eu só paro nas lojas de bebê pra ver roupas e brinquedos.
8- todo ano eu fico histérica programando meu aniversário e nesse ano nem quero saber do meu, já que o do André é tão pertinho.
9- antes eu passava o dia todo fazendo carinho, mimando e brincando com os gatos, agora tiro forças nem sei de onde pra conseguir brincar e fazer muito carinho depois que o André vai dormir. 
10- antes eu achava que sabia muita coisa sobre a vida, sobre crianças e sobre educação e hoje a única certeza que eu tenho é que eu não tenho a menor idéia sobre nada!!!

Pra Elise - meus medos/fobias/ pesadelos
* ai, são taaaaaantos....rsrsrsrs!*

1- SAPO! Tenho medo, pânico, pavor, fobia de todos os anfíbios.
2- Altura e, consequentemente, avião. Não deixo de viajar por isso, mas sofro.
3- Tenho muito medo de ficar doente e esse medo já me fez sofrer demais...hoje em dia está controlado.
4- Tenho medo de assalto, violência, sequestro.
5- Muito medo de briga no trânsito. Fico o tempo todo falando pro Dani: "deixa, lindo...não responde, ele não está num dia bom" rsrsrsrs!
6- Bicho. Eu amo os animais, mas tenho medo da maioria deles. O Dani fala que eu tenho medo até de galinha, só porque eu digo que não colocaria a mão numa galinha! rs!
7- Tenho medo de ser injusta e por isso que eu penso muito antes de falar de alguém.
8- Tenho medo de mendigo bêbado na rua...acho que eles vão sair correndo atrás de mim!
9- Tenho medo que aconteça alguma coisas com as pessoas próximas e agora, especialmente com o André.
10- Tenho medo de passar os meus medos pro André e prometo fazer o maior esforço do mundo pra nunca demonstrar meus medos pra ele.

Aposto que tenho mais medos, mas só lembrei desses agora...
13

segunda-feira, março 23, 2009


O mundo vai acabar!

Sério, o fim do mundo deve estar muito próximo...
Hoje, na volta do meu passeio com o Godolino pelo parque, encontro com a moça que mora em uma casa em frente ao meu prédio, super aflita, arrumada pra ir trabalhar, correndo em direção ao parque. O cachorro dela, um cocker preto e branco super fofinho tinha acabado de ser roubado!!!!!!!!!!!!!!!
O porteiro do meu prédio viu tudo e tentou gritar, mas não conseguiu fazer nada porque não podia deixar a portaria sozinha. Ele disse que uma moça (sim, uma moça sozinha) estava andando com o seu próprio cachorro, quando viu o cocker na rua. Ela tirou a coleira do seu cachorro, colocou no cocker e foi embora com os dois. Eu até pensei na hora que talvez ela tivesse feito com boa intenção, pq viu o cachorro perdido e segurou pra que ele não se perdesse, mas se fosse isso ela teria ao menos olhado de onde ele veio, procurado o dono, qualquer coisa...mas não, ela colocou na coleira e foi embora na maior...
Os donos super aflitos, coitados! Disseram que o cachorro saiu quando eles abriram o portão da frente para irem trabalhar...coisa de poucos minutos. E sairam correndo pela rua tentando achar a tal mulher...
Como se não bastasse, uma outra senhora que estava também voltando do parque e ouviu toda história junto comigo, me contou que no prédio dela um cachorro havia sido sequestrado! Sério - SEQUESTRADO! Pegaram o cachorro e depois ficaram ligando pedindo resgate!!! Não consigo acreditar!
Se isso não é o fim do mundo, eu não sei mais o que é...
13

quarta-feira, março 18, 2009


Será que é pedir muito??

Eu quero que o meu filhote seja um cara bacana. 
Quero que ele seja um cara que educado, gentil e respeitoso, especialmente com os mais velhos - não por hierarquia, mas por entender que com experiência vem sabedoria.
Quero que dê valor pra família e que sempre se sinta amparado e acolhido. E que ao ver o carinho entre mim e seu pai, possa reproduzir com sua própria família.
Quero que ele saiba tratar as mulheres com respeito e consideração. Que procure não magoar, mas que se for magoado, não deixe de acreditar no amor.
Quero que ele seja sensível e que não tenha vergonha de expor seus sentimentos.
Quero que ame os animais e que saiba tratá-los com carinho.
Quero que seja inteligente e que saiba tirar proveito de todas as oportunidades que tiver na vida. 
Quero que saiba escolher uma boa profissão, que respeite suas aptidões pessoais e ambições.
Quero que saiba lidar com o dinheiro, que o enxergue como meio e não como fim. Que  enxergue as diferenças sociais e encontre a sua própria maneira de fazer a sua parte.
Quero que tenha boa autoestima (acho que agora é junto, não é??), que se olhe no espelho e fique feliz com o que vê e que olhe pra dentro e fique mais feliz ainda com o que é.
Quero que tenha humildade para não se achar melhor do que os outros, mas que saiba que é o melhor que pode ser.
Quero que seja paciente pra lidar com os obstáculos e persistente a ponto de superá-los.
Quero que tenha bom humor porque assim a vida é muito mais fácil.
Quero que tenha sonhos, planos e projetos e que saiba ir atrás deles.
Quero que tenha muitos amigos para que aprenda o quanto são importantes na nossa vida.
Quero que cuide da mente, do corpo e do 'espírito' na mesma proporção e de nenhum deles ao extremo.
Quero que tenha saúde sempre!

Hoje em dia eu tenho certeza de que quero muito mais por ele do que por mim e que vou fazer a minha parte pra tentar ensinar pelo menos algumas dessas coisinhas aí de cima.
E o que eu mais quero mesmo, é que ele saiba que todas as vezes que ele tiver medo ou que precisar de mim, eu vou fazer a mesma coisa que eu fiz agora pouco quando ele ficou com medo do trovão - vou pegar na mãozinha e dizer: "tá tudo bem, filho...a mamãe tá aqui! E eu vou ficar aqui o tempo que você precisar"
19

segunda-feira, março 16, 2009


Dica


Eu sei que a maioria das mamães que lê o meu blog tem filhos mais velhos que o meu Dedeco, mas vou dar uma dica mesmo assim...quem sabe alguém se anima ter filhotes, né?? rsrsrs!
Essa cadeirinha aí da foto foi, sem dúvida nenhuma, a melhor compra que a gente fez. Ela serve pra TUDO! 
* Quando o bebê ainda não sabe sentar sozinho, ele fica bem firminho encaixado dentro da cadeirinha...não cai e não tomba!
* A cadeirinha é de plástico, então também é ótima para dar comida, porque o bebê faz essa sujeirada toda e é super fácil de limpar. Acho bem mais prática do que cadeirão, que ocupa um suuuper espaço.
* Como é super fácil de lavar dá pra levar pra areia, grama, qq lugar.
* O bebê não consegue sair da cadeirinha...e olha que o André tenta muito. Claro que não dá pra deixar ele sozinho e confiar cegamente, mas por enquanto o André não conseguiu não! 

O nome da cadeirinha é BUMBO. Eu não ganho nada pela propaganda não, só estou indicando porque gosto muito mesmo.
10

sexta-feira, março 13, 2009


&*%#@%* de cidade!


Logo que o André nasceu, eu tinha medo de sair sozinha com ele de carro. Tinha medo que ele chorasse, que a chupeta caísse, que ele engasgasse...sei lá, medo que acontecesse alguma coisa, e eu, dirigindo, não pudesse socorrer.
Só que SEMPRE que ele estava no carro, ele dormia...nunca chorava, nem reclamava, nadinha, aí eu fui tomando coragem e aos 6 meses, saí com ele pela primeira vez. Como sempre, ele ficou super bonzinho, até que fiquei super malandrinha e comecei a sair com ele pra lá e pra cá, sem medo nenhum. 
Até a semana passada!
Na semana passada, eu fui deixá-lo na minha mãe pra ir ao dentista. No caminho pra casa da minha mãe, eu vi um assalto. Em menos de 10 segundos, 4 rapazes levaram um carro que estava estacionado na rua, tudo muito rápido...o dono do carro chegou correndo e gritando, mas o carro já estava longe, tudo isso enquanto eu estava parada no farol com o André no banco de trás. Eu gelei, minha perna tremeu...fiquei pensando o que eu faria se viessem me assaltar e quisessem levar o meu carro: "moço, posso pegar meu filho no banco de trás?? É rapidinho, só preciso sair do carro, dar a volta até o outro lado, tirar o cinto de segurança dele e pegá-lo no colo. Vc espera??" E o medo de sair do carro pra ir pegar o André e o cara sair fora com o meu pequeno...
Surreal, né??
Aí ontem eu estava voltando de um jantarzinho com as amigas e vi outro assalto. Dessa vez eu também estava parada no farol e 3 meninos assaltaram o carro que estava em frente ao meu...só vejo a pessoa passando bolsa, celular, tudo pelo vidro do carro. Eu estava sozinha dessa vez e o André seguro em casa com o papai...mas gelei novamente e fiquei, mais uma vez, pensando o que faria se fosse comigo e o André no carro.
Conclusão: Por causa dessa bosta de cidade, eu perdi a coragem de sair com o André sozinha, por outro motivo agora, mas minhas pernas ficam mole só de imaginar o que fazer!!
E aí hoje a Mi conta que foi assaltada com arma na cabeça...não dá, né gente? Odeio viver nessa insegurança!!
13

terça-feira, março 10, 2009


Acabou o sossego dos gatos!


E meu pequeno engatinhou!! EEEEEEEEE!
E eu chorei...bááásico!

Tão bonitinho!!! Fica ensaiando, ensaiando e uma hora consegue. É uma conquista enorme pra ele, né? Bichinho tá ficando independente, consegue ir pra onde quer sozinho! Um lindo esse meu filho!

O Cheddar e a Ricota que não estão gostando muito dessa história. Acabou a paz e o sossego dos felinos, que agora precisam se acomodar longe do alcance do pequeno. Hoje o André chegava perto da Ricota, ela dava dois passos e deitava de novo...isso aconteceu três vezes, até que ela decidiu deitar em cima da geladeira. No mínimo deve ter olhado pro André e pensado: "Vai, quero ver você me pegar aqui!!". rsrsrs!

Já tô até começando a ensinar a fazer carinho, pegar com cuidado nos bichinhos...tudo bem que ele ainda é bebê e não entende muito, mas já tô ensinando desde já pq não posso nem pensar em ver o André puxando os pelinhos dos gatinhos. Eles já perderam tanto espaço, né? Merecem muito carinho. A vida deles não mudou muito, continuam dormindo na cama com a gente, continuam sendo tratados com todo amor do mundo, mas agora tem que dividir a atenção, né?? E eles sentem, claro. Então quero ensinar o André a cuidar dos bichinhos direitinho!!
13

quinta-feira, março 05, 2009


Quem ganha?

Na minha cabeça tem um diabinho e um anjinho que ficam o tempo todo batendo papo:
diabinho: Olha, já está na hora de parar de dar o peito. Ele já tem 8 meses, já nem é mais tão nutritivo, não passa mais anticorpos...já mamou o suficiente e está mais do que na hora de desmamar. Essa história de só dormir no peito também já deu. É ridículo! Já está na hora de ensiná-lo a dormir de outro jeito.
anjinho: Qual o problema de dar o peito? O bebê sente todo carinho e afeto da mãe e sente segurança e conforto no peito. E será que ele dormir no peito é um problemão mesmo? Ele é super bonzinho, não chora por nada, dorme a noite toda, come super direitinho, toma suquinhos, come frutas. Ele só não sabe dormir sozinho como manda o figurinho e precisa do peito...mas será tão grave assim??
diabinho: Claro que é grave. Esse bebê está muito dependente da mãe, só quer mãe, mãe, mãe o tempo todo...só pode ser por causa do peito. Já está na hora de cortar o cordão umbilical.
anjinho: É verdade, quando a mãe está perto, ele só quer ficar com ela...mas quando precisa ficar com alguém, ele fica super bem, mama mamadeira, dorme direitinho. É natural que queira ficar com a mãe quando ela está por perto...ele nem sabe que ele e ela não são a mesma coisa!
diabinho: Mas concorda que é ridículo ele ter 8 meses e a mamãe só conseguir fazer dormir no peito. Se ele dorme com  as outras pessoas, tem que dormir com a mãe também. Ou ele está muito mimado ou esta mãe é muito incompetente...

Sério, eles conversam dia e noite sobre o assunto "desmame" e eu não sei a quem dar razão. Na grande maioria das vezes o diabinho vence pq eu me acho incompetente mesmo por não conseguir fazer o pequeno dormir de outro jeito...mas aí tem outro anjinho que chega em casa todas as noites depois do trabalho e me diz que essa encanação é muito besta...
O que vocês acham?? Sinceridade, heim, pleeeeeeease!!

**********
Hoje o godolininho mais lindo do mundo fez 8 meses. Que moço grandeeee!
14

segunda-feira, março 02, 2009


Carnaval!

O primeiro carnaval do pequeno foi demais. Fomos pro sítio com vovô, vovó e uns amigos. O André aproveitou muuuuuuuito, além de todo o mimo dos avós, que é uma coisa que não se compara com nenhum outro mimo do mundo, ele ainda tomou sol, brincou na piscininha, viu as galinhas (mais conhecida como Dona Cocó), o galo, os patinhos, o cavalo (vulgo Senhor Pocotó), pisou na grama, dormiu com barulhinho de rio, comeu sopinha com os legumes fresquinhos da horta, ou seja - foi incrível!!!!

Como nem tudo pode ser perfeito, papai ficou gripado, depois a mamãe e na quarta- feira de cinzas foi a vez do André. Teve febre e nariz suuuper entupidinho. Não conseguia respirar direito e nem dormir. Tadinho!! Fizemos inalação, demos remedinho pra febre, muito colinho e muito carinho. Horrível ver o pequeno tão agoniado e não poder fazer muita coisa pra ajudar...ele passou uma noite inteirinha acordando de meia em meia hora, judiação. A gente pede tanto pra sumir do bebê e passar tudo pra gente, né???? Agora já está melhorzinho...o nariz ainda está um pouquinho cheio, mas não teve mais febre, já está respirando bem melhor e tem conseguido dormir bem!! 

Como chegamos só ontem, vou começar agora a atualizar todas as minhas leituras!! Falando em leitura tô lendo a biografia do Lance Armstrong - sério, que história incrível. Não dá pra acreditar na força desse cara!!!

beijoooooooooooos
11