quarta-feira, setembro 16, 2009


coração do feijão

Ei, feijão...
É tudo mentira quando dizem que na segunda gestação a gente nem se emociona mais...
É tudo mentira quando dizem que a gente nem liga mais pro ultrassom, que tudo é comum e banal. Nada disso!!
Ontem eu ouvi seu coraçãozinho pela primeira vez e eu chorei. Aquele era o som mais lindo do mundo inteiro e mais, era a certeza de que está tudo bem aí com você, que você está se desenvolvendo direitinho e bem quentinho aí dentro. Nessa hora passou todo aquele medo que eu estou sentindo de não dar conta do recado e não conseguir ser uma boa mãe pra você e pra seu irmão, porque nessa hora eu tive a certeza de que sim, eu vou ser uma mãe incrível pra você, vou ser a melhor de todas!!!
E meu maior desejo é que você e seu irmão sejam muito amigos, que se entendam, se protejam, se defendam e até que se unam contra mim (rsrsrs!). Meu maior sonho é que vocês cresçam juntos e sejam companheiros pela vida toda.
Agora eu já estou aqui, contando os dias pra ver o seu rostinho, olhar bem dentro dos seus olhinhos (que vão ser lindos, certeza) e dizer o quanto eu amo você, o quanto você é querido, desejado e amado!!!
Bebezinho lindo, por enquanto fique aí bem quentinho. Aproveite o balancinho e cresça bastante, engorde um bocadinho e me chute bastante que eu adoro, tá? Eu aqui de fora vou te contando tudo, contando como são as coisas, contando quais os nomes eu e seu pai estamos escolhendo pra você, como imaginamos a nossa vida depois que você chegar e mais um monte de coisas! De vez em quando você vai ouvir umas musiquinhas que a gente canta pro seu irmão dormir, mas é pra você também, viu? Pra você já ir se acostumando com a voz da mamãe e do papai!!!
Te amo muito, seu feijãozinho lindo!
Mãezinha

* claro que pode ser uma "feijãzinha" tb, mas escrevi o texto dirigido ao bebê, pra facilitar!
25

25 comentários:

Márcia Haydée disse...

Que lindo, Rê! Seu texto me fez chorar e acarinhar minha barriga com esse serzinho que eu já amo loucamente. É exatamente assim, estamos passando por muita coisa parecida, que legal. Eu achei também que não ia chorar, mas ao ver o coraçãozinho batendo eu não aguentei de emoção e chorei como na primeira vez... ai, que lindo isso tudo... eu desejo também tudinho como você e desejo pra gente e nossos filhos toda a felicidade do mundo!!! Beijos cheios de carinho. Em você e na família Lilata toda!

Dani disse...

Chorei, Rê! Parabéns de novo! Mesmo sem conhecê-la, fiquei muito feliz com a notícia! Filho é tudo de bom! Deus te abençoe, tá! Abençoe o feijãozinho (que eu acho que é uma feijãozinha...rárárá...), o papai e o André Lindo! Beijo! Dani

Paloma, a mãe disse...

Ah, que lindo! Com certeza deve ser emocionante gerar o segundo e imaginar a família com mais um membro. Adorei a parte do "que se unam contra mim". Um dia isso vai acontecer e é bom que vc se prepare. Mas que é fofo ver irmãos se unindo (seja qual for a causa) é.
Beijos!

Olly disse...

Oi Re, quando vai saber se é feijão menina ou feijão menino?

beijos

Lia disse...

Claro que você ainda vai se emocionar muito, afinal os sentimentos da gravidez não são só por causa da novidade. É porque esse troço é um milagre mesmo. Pense minha emoção quando eu vi que a Emília tem coxonas grossas iguais às minhas?! Ver aquele serzinho indefinido ir virando uma pessoinha é mágico... mesmo que seja sua segunda, terceira ou quarta pessoinha.

Elise Machado disse...

Nossa, emocionei!
E os nomes??? rsrsrs
Cadê os nomes?!

dannah5 disse...

Nossa, nao sabia q estava gravida novamente, parabens!!

Olha nao importa quantas vezes acontece, eh sempre indescritivelmente emocionante e a gente cansa mas da conta to recado sim.

Curte bastante, adoro fazer ultras gravida!hehe

beijocas e parabens pra familia!

Andréa disse...

Ai que lindo!
Fiquei emocionada.
Sejam todos vcs muito felizes,sempre.
Tô adorando ser tia desse feijãozinho tbm.
Beijão.

Cinthya Rachel disse...

delicia re!

Flavia disse...

ai Rê.... chorei.
que lindo post. A primeira ultrasom é realmente emocionante, escutar o coraçãozinho e sentir como é real!
eles serão super amigos, você vai ver! e vão brincar juntos e disputar o amor da mamãe (faz parte, né?).
quero acompanhar de perto o crescimento desse feijãozinho (hummmm... eu acho que vai ser outro menininho... Será?.)
Te desejo tudo de bom, pra você e toooooodos teus gatos.
amei o recadinho que vc deixou lá no blog, no post de aniversário, pensei que tinha vindo aqui agradecer e te dizer que vou ter que convencer o maridão de fazer uma paradinha em Sampa, na proxima viagem ao Brasil...
Mas fui no post das impressões da segunda e não estava lá... ixi, to doida.
paro por aqui antes que o comentário não caiba na pagina.
beijos

Letícia Volponi disse...

Lindo post, Rê, fiquei emocionada.
Felicidades de novo!

MEL disse...

Emocionei. Só, tô passada de emoção. Ai ai...

Thaís Rosa disse...

que lindo, rê! deu para sentir tua emoção a flor da pele! e deve ser tão louco curtir uma nova gravidez com um filhotinho para poder contar o que tá acontecendo, para ver ele acarinhando a barriga, cantar para um pensando em dois... muito gostoso!
vai ser bacana acompanhar tua gravidez com um pequeno aqui fora, vai me preparar para a próxima!
beijos para você e todos os gatos da sua vida (tb tô achando, como a Flá, que vem menino aí...)

Roberta disse...

Que lindo seu texto!!Me fez lembrar da primeira vez que ouvi o coraçãozinho de meu pequeno..vc tem toda razão é som mais lindo do mundo!!

Beijos

Mãe do Pitoco disse...

Beijos doces para o feijãozinho e abraços e beijocas procê e pro pequeno.

Daniella PSF disse...

dizer lindo post seria redu ndante né... mas é impossível não dizer.
fico feliz em lê depoimentos assim, pois tinha decidido que não teria mais filhos, mas lendo seu texto começa a nascer uma vontade de novo...
amei!

Kryx disse...

Eu chorei... Que lindo, Rê... Tô muito emocionada com o seu amor pelo Feijão. Bjs

Regina disse...

Nossa, adorei o texto.
Segundo filho sempre sofre um pouco, mas nós - os mais velhos - sofremos também com a vinda deles. Eu que o diga: Minha mãe chegou da maternidade, com meu irmão (1 ano mais novo que eu) e eu, automaticamente, me escondi. Toda vez que ela desfilava com ele no braço, eu me escondia. Mas um dia ela me pegou dando a chupeta a ele. Ela havia caído e eu peguei. Nesse dia ela teve certeza de que eu gostava do bebê, mas tinha ciúme.

Adoro seu blog. Adoro, mais ainda, saber que você têm dois gatos, assim como eu, que tenho Bartô (um gato preto, ainda filhote, que achei na rua. Tô pensando em chamar ele de Joselito: Muito sem noção, nunca ví isso na vida!) e Vickie, outra gata preta, de rua, que amo, minha godinha linda! Linda!
Acho que você já deve ter sofrido preconceitos por eles, não? Nossa! Você tá grávida e têm gatos? Que absurdo!
Ontem estava fazendo Bartô aprender a gostar de andar de coleira, uma vizinha fez questão de vir atrás, me contar que odeia gatos, que eles são traiçoeiros. Povo ignorante.

Outra coisa que gostei de ver aqui: Achava que eu era a única a não gostar que passassem a mão em minha barriga. Gente, me dava uma agonia! A barriga é minha, dá licença? Mania, né.
Ah! Tenho duas princesas, uma tem 12 anos, Isadora. A outra tem 4, Helena.

Um beijo, tudo de muito bom para você...

Denise Freitas disse...

Oi Renata...olha eu aqui outra vez. Virei leitora assídua do seu blog e já o adicionei no meu mais novo blog do rol das mães...que é o Mamy de primeira... - http://mamydeprimeira.blogspot.com

Muito lindo seu post.

Bjs,
Dê Freitas

No Último Vagão disse...

Oi Renata, já li o seu blog quase todo e me diverti e me emocionei com as histórias e a sinceridade com que parece ter contado! Abraço

Fabi disse...

Re,

Vale muuuito a pena mesmo! Eu que sou meio desligadona, nem tinha visto preços das coisas aqui antes de viajar. Mas mesmo assim comprei varias coisas entre roupas e acessórios. Quando chegamos aqui que comecei a comparar os preços, fiquei doida e com vontade de ter comprado mais...

Quanto ao seu post, uma vez li um texto que achei bem engraçado. Serve pra dar boas risadas:

"Como diz o ditado, o 1º filho é de vidro, o 2º é de borracha e, do 3º para frente, são todos de ferro!

A ordem de nascimento das crianças
Irmãos mais velhos têm um álbum de fotografia completo, um relato minucioso do dia que vieram ao mundo, fios de cabelo e dentes de leite guardados.
Já os caçulas penam para achar fotos do primeiro aniversário e mal sabem as circunstâncias em que chegaram à família.

O que vestir
1º filho: Você começa a usar roupas para grávidas assim que o exame dá positivo.
2º filho: Você usa as roupas normais o máximo que puder.
3º filho: As roupas para grávidas SÃO suas roupas normais.

Preparação para o nascimento
1º filho: Você faz exercícios de respiração religiosamente.
2º filho: Você não se preocupa com os exercícios de respiração, afinal de contas você lembra que, na última vez, quando você mais precisou, eles não funcionaram.
3º filho: Você pede a anestesia peridural no oitavo mês.

O guarda-roupas
1º filho: Você lava as roupas que ganha para o bebê, arruma de acordo com as cores e dobra delicadamente dentro da gaveta.
2º filho: Você vê se as roupas estão limpas e só descartas aquelas com manchas escuras.
3º filho: Meninos podem usar rosa, não podem?!

Preocupações
1º filho: Ao menor resmungo do bebê, você corre para pegá-lo no colo.
2º filho: Você pega o bebê no colo quando seus gritos ameaçam acordar o irmão mais velho.
3º filho: Você ensina o mais velho a dar corda no móbile do berço.

A chupeta
1º filho: Se a chupeta cair no chão, você guarda até que possa chegar em casa e fervê-la.
2º filho: Se a chupeta cair no chão, você a lava com o suco do bebê.
3º filho: Se a chupeta cair no chão, você limpa na camiseta (mesmo se você tiver acabado de chegar do futebol) e dá novamente ao bebê.

Troca de fraldas
1º filho: Você troca as fraldas a cada hora, mesmo se elas estiverem limpas.
2º filho: Você troca as fraldas a cada 3 horas, se necessário.
3º filho: Você tenta trocar a fralda antes que as outras crianças reclamem do mau cheiro.

Atividades
1º filho: Você leva seu filho para as aulas de musicalização para bebês, teatro, contação de história...
2º filho: Você leva seu filho para as aulas de musicalização para bebês.
3º filho: Você leva seu filho para o supermercado, padaria...

Saídas
1º filho: A primeira vez que sai sem o seu filho, liga cinco vezes para casa para saber se ele está bem.
2º filho: Quando você está abrindo a porta para sair, lembra de deixar o número de telefone de onde vai estar.
3º filho: Você manda a babá ligar só se vir sangue.

Em casa
1º filho: Você passa boa parte do dia só olhando para o bebê.
2º filho: Você passa um tempo olhando as crianças só para ter certeza que o mais velho não está apertando, beliscando ou batendo no bebê.
3º filho: Você passa um tempinho se escondendo das crianças.

Engolindo moedas
Quando o primeiro filho engole uma moeda, você corre para o hospital e pede um raio-x e ainda liga para o Pediatra dele às 03:30H da madrugada.
Quando o segundo filho engole uma moeda, você fica de olho até ela sair.
Quando o terceiro filho engole uma moeda, você desconta da mesada dele..."

Beijão,
Fabi

piscardeolhos disse...

E eu penso que o ultrassom do segundo há de ser ainda mais emocionante porque agora vc já sabe, por experiência própria, o que vem a ser REALMENTE o tal amor de mãe.
Ai, que arrepio, vixi.

Babi disse...

que seja muito bem vindo, esse feijoca!!!!!!!
um bjao da Madrica

Lia disse...

Este é para responder ao seu comentário lá no saco de farinha:
Sempre detestei gente me sugerindo nomes, mas vou fazer isso com você!! hahahahaha
Brincadeirinha, é só uma ideia de um nome de menina que eu AMO mas que só não foi uma opção porque é o nome da minha irmã: Isabel.
Beijos pra você e seu feijão!

Ana Vicente disse...

Lindo!!! Faço MBA com seu irmão que falou do seu blog todo cheio!!!
www.coisasaleatoriasdaminhacabeca.blogspot.com