segunda-feira, agosto 03, 2009


Wonder Wed

Desde que o André nasceu, há 13 meses, eu posso contar nos dedos quantas vezes eu saí sem ele: foram 4 casamentos, acho que uns dois HH com as amigas e uma vez no meu aniversário, quando saí só com o maridão. E eu nunca me importei muito não, porque acho que cada coisa tem sua fase e eu estava na fase de curtir o meu pequeno, ficar com ele, colocar pra dormir todos os dias. E é claro que essas coisas continuam em primeiro lugar pra mim, porque eu gosto de estar presente em toda a rotina do pequeno, eu escolhi assim e sou feliz com essa escolha.
Só que de uns tempos pra cá comecei a sentir falta de um tempinho pra mim, de poder sair com o maridão de vez em quando, ir a um cineminha, ir jantar e bater um papo tranquilo...essas coisas que eram tão comum antes e que agora quase nunca conseguimos fazer.
Então decidimos que as quartas-feiras seriam nossas e combinei com a Meire que ela virá ficar com o André de oito até meia noite para que eu possater um tempinho pra curtir o maridão. Escolhemos quarta-feira porque a Meire tb tem a família dela e achei injusto pedir no final de semana. E o lado bom é que o André já está super acostumado com ela (ela vem todos os dias, fica sempre durante o dia quando eu preciso e ficou com ele para eu ir aos casamentos), dorme super bem com ela e ainda por cima, ela mora no meu prédio (é esposa do zelador), então não precisa dormir...pode ir pra casa assim que eu chegar.
Ela gostou porque ganhou um aumento de salário e eu gostei mais ainda porque estou super animadinha e parecendo criança fazendo programação de férias. Já fiz as minhas listas de uns 10 restaurantes que quero ir, uns 20 filmes no cinema, umas 4 peças de teatro...rsrsrs.

E como o maridão trabalha muuuuuuuuuuito e eventualmente vai ficar no escritório até tarde em algumas dessas quartas-feiras, também tenho o dia livre pra encontrar as amigas, portanto: amigas, me convidem, tá??? rsrsrs!
12

12 comentários:

Cinthya Rachel disse...

esteja convidada!uhufestinha

Kryx disse...

É para já! Vamos começar pelos restaurantes!? Pode começar a compartilhar a sua lista com a gente!

Paloma, a mãe disse...

Que ótimo! A gente também faz isso por aqui. Quem fica é nossa ex-faxineira, que trabalha de dia em outra casa e passa algumas noites aqui. Pra gnte é ótimo poder fazer programa de adulto de vez em quando e pra ela é bom porque ganha uma graninha extra. E Ciça já a conhece desde pequena, adora ela. Em Brasília teremos de descobrir alguém assim, mas até pegar confiança leva um tempo...

Roberta disse...

Oi..que bom que gostou do meu depoimento sobre amamentação...Vim aqui "fuçar" seu blog..adorei o que li!!

beijos

Dani disse...

Apoiada Rê! Tem hora que dá mesmo uma vontade danada de sair como antigamente, né! Também tô precisando de umas saídas dessas...mas aqui em casa é punk, porque, além da Nina, papai faz plantão final de semana sim e outro não. Mas vou dar essa idéia para ele! Beijo!
Ah... na nossa visita a São Paulo, podemos combinar uma saída de adulto também! Teatro e depois um chopp! Delícia heim! E se quiser vir prá cá podemos ir até o Pinguim de Ribeirão, que tem o melhor chopp do país...que é bom mesmo!

Letícia Volponi disse...

Renata, fez muito bem. Eu também me pego às vezes semanas a fio sem sair só com o maridão ou com as amigas, mas agora tenho uma tia que fica com a Laura para me dar um tempinho a sós... Semana passada fomos ao cinema. Foi ótimo!

dannah5 disse...

ta certissima, a gente precisa disso, facil nao eh mas eh tao importante. Ser mae eh maravilhoso, mas drena a gente, tem q ter um pouquinho de descanso, espairecer a cabeça ver gente.
Eu aqui nao tenho quem fique ai quando saio me sinto presidiario solto, fico q nem pinto no lixo na rua mas morrendo de preocupaçao com elas!
Oh, bateu uma inveja boa agora!hehe Preciso de umas saidas assim tbm, como sinto falta de beber um drinque de mulher bem doce com as amigas comendo besteiras e falando abobrinhas, eh tudo de bom!Hehe

beijocas e boa sorte, depois conta como esta sendo!

Sonica disse...

Que solução excelente voce encontrou!
Qdo as "crianças" eram pequenas, eu e o maridão tínhamos a sexta-feira como sagrada, ou saíamos com amigos ou só nós dois, e esse é um dos ingredientes indispensáveis para um relacionamento gostoso!!!
E olha q estou falando com conhecimento de causa...32 anos´...
Bjs

Roberta disse...

Que bom, Re, que você está fazendo isso. A gente acaba deixando o casamento um pouco de lado depois que tem filhos. Mas não pode ser por muito tempo. É bom e importante namorar de vez em quando, né? E de repente sua empregada topa ficar um fim de semana por mês também, quem sabe? Você pode combinar de ela chegar no sábado às 20h e ir embora no domingo umas 11h, assim vocês também podem dormir um pouco até mais tarde (porque ninguém merece chegar de madrugada e acordar às 6h30). Assim ela ganha uma graninha extra e vocês tem um sabadão pra voltar mais tarde pra casa. Vai ser bom! E sem culpas!
Beijos

Vivi, a Gêmea Boa disse...

oi, querida!
ah, coisa mais boa encontrar seu recadinho, viu!

Tb estou com saudades! Vou sempre pra sampa, mas é tudo tão corrido! Qualquer dia vamos combinar alguma coisa, aí não tem erro :)

Beijo grandão!

Flavia disse...

Oi Rê, passei aqui pra saber como foi tua primeira quarta-feira? Rolou jantarzinho romantico?
Mas a pergunta principal é:
quando vc sai sem o André vc consegue não falar dele? hahahhahha

Eu estou solteira, s/filho e s/cachorro, eu tive que voltar antes das férias (por trabalho) e eles ficaram lá sem mim. Fiz um monte de planos.. mas no final não fiz nada, Saudades imensa.

Depois cê conta, tá?

beijao

Thaís Rosa disse...

ai... também tô doida pra encontrar alguém que fique com o Caio... estou pensando em conversar com uma das moças que fica com ele na "escolinha" onde ele passa as manhãs... você me deu uma boa idéia!!
e, faço a mesma pergunta da flá: conseguiu não ficar só falando do filhote???
outro dia, na casa dos meus pais, aproveitamos e demos uma saidinha pra tomar uma cerveja, foi uma delícia. No final da baladinha, virei pro maridão e comentei: reparou que nem falamos do Caio?? Rimos muito e percebemos que estávamos conseguindo voltar a ser um pouco "normais"... um pouco só casal, sem ser pai e mãe... hehehe...
beijoca